Anúncios

estourar limite do cartão
Fonte: Pexels

Prático e funcional, o cartão de crédito é um método de pagamento muito querido pelos brasileiros. Não à toa, pesquisas divulgadas pela CNN Brasil apontam que, ao fim de 2020, 134 milhões de cartões de crédito estavam ativos em solo nacional.

No entanto, há quem se empolgue no ato das compras a crédito, ultrapassando o limite pré-aprovado. Se este é o seu caso, o post de hoje é para você!

Aqui, trazemos informações completas sobre como funcionam os limites bancários e o que de fato acontece ao estourar o limite do cartão de crédito. Confira a seguir!

Limite de cartão de crédito: o que é e para que serve?

Quando adquirimos um cartão de crédito a ele coliga-se um plafond, ou seja, um valor de crédito passível de ser gasto mensalmente mediante o pagamento da fatura do cartão, o qual possibilita a renovação do limite de crédito estipulado pela instituição financeira.

Sendo assim, se o banco estipula o seu limite de R$ 500,00, o valor pode ser gasto até o fechamento da fatura do cartão. Já a renovação dos créditos só é feita após o pagamento desta.

Limitar o poder de compra de seus clientes é uma forma das instituições financeiras assegurarem o controle financeiro dos mesmos, evitando assim eventuais inadimplências. 

Segue daí a existência de diversos limites de crédito, que variam de acordo com múltiplos fatores:

  • A análise dos rendimentos e o histórico financeiro do consumidor;
  • Assiduidade de pagamento do cliente;
  • Score no Serasa;
  • Tipo de cartão requerido.

Quanto ao aumento do limite de crédito, este tende a ocorrer de forma espontânea e gradual, a depender do seu comprometimento em manter os pagamentos de suas dívidas em dia. No entanto, é possível ainda entrar em contato com a instituição financeira e requerer o aumento do limite mediante uma nova avaliação de crédito.

O que acontece se estourar o limite do cartão de crédito?

Estourar o limite do cartão de crédito é uma prática mais comum do que se pode imaginar e não tende a causar grandes problemas. A começar pelo fato de que as próprias instituições financeiras tendem a barrar a ação, recusando a transação financeira de imediato.

Em casos como o supracitado, de impossibilidade de uso do cartão de crédito, o limite torna-se usual somente após o pagamento da fatura mensal. Nessas situações o melhor mesmo é aguardar o fechamento da fatura e dar prioridade para o seu pagamento integral.

estourar limite do cartão
Fonte: Pexels

Já quando o banco permite que as transações financeiras sigam nos momentos em que o consumidor excede o limite do cartão de crédito, algumas taxas podem ser cobradas enquanto avaliações emergenciais.

Nesse sentido, é aconselhável evitar estourar o limite de crédito a fim de evitar que taxas incidam sobre a ação.

3 dicas estratégicas para evitar ultrapassar o limite do cartão 

Entendido até aqui o que é o limite de crédito e o que pode acontecer caso o mesmo seja excedido, que tal conferir algumas dicas valiosas para evitar que isso faça parte de sua vida financeira?! Veja a seguir: 

1. Tenha controle financeiro

Como dissemos, o limite pré-aprovado de um cartão de crédito consiste em uma forma contundente da instituição bancária ter controle sobre a vida financeira de seus clientes.

Contudo, o maior controle financeiro precisa vir de você, afinal, em casos de inadimplências é justamente você quem terá que arcar com as eventuais dívidas.

Aliás, bem sabemos que a facilidade de parcelamento de contas faz do cartão de crédito um ótimo método de pagamento. No entanto, é justamente esta facilidade que pode te levar a acumular dívidas intermináveis.

Por isso, o controle financeiro é essencial quando se trata de comprar a crédito, visto que por meio dele você consegue ter maior clareza das suas possibilidades de gastos em alinhamento com a sua realidade financeira. 

E não se esqueça, jamais comprometa mais que 30% de sua renda total com compras no cartão de crédito, afinal, o risco de não conseguir pagar a cobrança no decorrer dos meses e se comprometer financeiramente é alto.

2. Evite utilizar o limite com contas recorrentes

Utilizar o cartão de crédito com contas recorrentes, como compras de supermercado, é uma forma de minar de vez o seu limite, visto que você o gasta com consumo rotineiro, além de adiar a cobrança.

É mais estratégico utilizar o limite com o parcelamento de serviços e bens. Parcelar uma passagem de avião com o cartão de crédito, por exemplo, pode te garantir maiores descontos, se comprada previamente. O mesmo ocorre para ingresso de shows e de espetáculos teatrais.

3. Construa uma reserva de emergência 

Em um mundo em que é melhor prevenir do que remediar, ganha aquele que se assegura mediante às circunstâncias da vida. 

E no universo financeiro não poderia ser diferente! Ter uma reserva de emergência, como prediz o nome, é uma forma de se precaver economicamente contra os reveses financeiros que possam surgir.

Pensando que eventualidades financeiras podem ocorrer com qualquer um, afinal, contas variáveis sempre extrapolam os planos, a reserva de emergência se faz mais segura do que o uso do limite de crédito, uma vez que a mesma foi feita exatamente para isso – situações emergenciais.

Nesses casos, é preferível usar o dinheiro guardado do que o dinheiro que não se tem, evitando lançar a risco as suas finanças.

Prontinho! Chegamos ao fim de mais um post. Esperamos que com essas dicas estratégicas, você consiga prospectar melhor o seu orçamento financeiro, utilizando o limite do cartão de crédito como um poderoso aliado.

Para mais dicas sobre finanças e investimentos, não deixe de conferir as nossas demais postagens aqui no blog. Até mais!