Anúncios

prêmio do BBB 22 e a alta da inflação
Fonte: Gshow/Reprodução

3 meses de confinamento, duros dias na xepa, comida restrita, brigas constantes, saudade dos entes queridos e iminência de cancelamento em rede nacional parecem valer a pena aos participantes do BBB quando o assunto é R$ 1,5 milhão.

A bolada que justifica o confinamento e todos os seus altos e baixos parece saltar aos olhos não só dos brothers, mas também do grande público que acompanha o reality.

No entanto, e se disséssemos que o prêmio não é tão grande assim? Considerando seus 12 anos sem alteração e, consequentemente, a perda do valor de compra do real. Afinal, não podemos nos esquecer que no último ano a inflação fechou em alta de 10,06%.

É certo que além de toda a visibilidade que o Big Brother Brasil proporciona aos seus participantes, o grande vencedor da edição sempre sai ostentando a alcunha de milionário. Isso porque, como parte do prêmio, o brother leva para casa a cifra de R$ 1,5 milhão.

As atualizações do prêmio ao longo das edições

Não dá para falar da relação do prêmio do BBB 22 e a alta da inflação sem falar de reajuste.De acordo com Matheus Peçanha, economista da Fundação Getúlio Vargas, o reajuste do prêmio do maior reality brasileiro se deu em apenas dois anos do arco temporal dos anos 2.000.

Assim, primeiro em 2005, o prêmio deixou de ser R$ 500 mil para assumir a cifra de R$ 1 milhão, apresentando um aumento real na margem dos 52,5%. Já em 2010, o prêmio em vigor foi de R$ 1,5 milhão, com um aumento real de exatamente 20,5%.

Logo, vitória real para Jean Wyllys, vencedor da edição de 2005 e Marcelo Dourado o campeão da edição de 2010. Brothers estes que usufruíram do valor de compra da moeda brasileira.

Valor real do prêmio frente ao IPCA

A verdade é que, seja team pipoca ou camarote, o vencedor da edição de 2022 sairá sim milionário. No entanto, possuíra em sua conta bancária um capital com um poder de compra extremamente baixo.

Desta forma, se compararmos com o BB10, edição em que Dourado foi campeão, o vencedor do BB22 terá R$ 1,5 milhão que valerá a metade do mesmo R$ 1,5 milhão ganho pelo brother em questão.

A culpada? A inflação. É certo que as projeções para inflação neste ano são calamitosas. Com a alta inflacionária, o poder de nossa moeda fiat está cada vez mais diminuto, o que influencia na compra, visto o aumento assustador dos preços.

Para termos uma noção mais exata. De acordo com Peçanha, se considerarmos que o prêmio é o mesmo pago na edição de 2010, temos um atraso decadal de desvalorização.

Ora, na edição de estreia do reality, a premiação era de R$ 500 mil, sendo alterada em 2010, quando passou a cifra milionária que encontramos hoje. Contudo, a ausência do reajuste leva ao derretimento do poder aquisitivo do ganhador.

Se aqueles R$ 500 mil recebessem um reajuste, considerando o nosso cenário atual, o valor da premiação seria R$ 1.663.435,20, conforme exprime o economista.

Desta mesma forma, se o R$ 1,5 milhão fosse atualizado, o valor do prêmio do BBB 22 reajustado, considerando a inflação, seria de R$ 2.980.682,70. Mais que o dobro pago atualmente.

prêmio do BBB 22 e a alta da inflação
Fonte: Gshow/Reprodução

Vale ou não a pena participar do Big Brother Brasil?

Como vimos, este não será o maior prêmio da história do reality, no entanto, é fato que a edição de 2022 bateu recorde de patrocínios. Grandes marcas estão expostas como patrocinadoras do BBB neste ano a partir das cotas compradas antes mesmo do show começar.

Foram R $60 milhões arrecadados com as cotas de patrocínio, que foram divididas em cota Big, Camarote e Brother. Mas, o que os participantes têm a ganhar com isso? A resposta: visibilidade!

Primeiro devemos considerar que muitas dessas marcas financiam as premiações ao longo do reality, como cinema e as provas do líder. Quantos já não saíram do BBB com a chave de um carro zero no bolso?

Além das prerrogativas das premiações de passivos e momentos descontraídos, os participantes ainda ganham da experiência na casa mais vigiada do Brasil a possibilidade de contratos das publis, feitas aqui fora.

O que dizer da Thelma e do Pyong Lee, participantes da edição de 2020 que estrearam na propaganda da gigante Aliexpress? Ou ainda do Babu, participante da mesma edição, que se fez ver garoto propaganda da 99 Food?

De forma similar, a vencedora da edição de 2021, Juliette, não só participou de propagandas de marcas como Seara, Havaianas e Avon (uma das patrocinadoras do programa), como aproveitou de sua visibilidade midiática para lançar sua carreira como cantora.

O seu álbum de 6 músicas estourou nas plataformas de streaming. O que só mostra o quanto é lucrativo ser um brother, mesmo em época de alta da inflação.

Esperamos que tenha ficado mais claro a relação do prêmio do BBB 22 e a alta da inflação. Caso tenha curtido a publicação, compartilhe com seus amigos fãs do reality e nos conte nos comentários, o que você faria com a bolada de R$ 1,5 milhão. Nos vemos em breve!