Anúncios

microcrédito da caixa
Fonte: Freepik

Um novo programa de crédito foi lançado pela Caixa no final de março. E, uma das características que tornam a iniciativa ainda mais atrativa é que o microcrédito da Caixa está disponível para negativados, inclusive, para pessoas físicas e microempreendedores individuais (MEIs).

Essa é uma ação que integra o SIM Digital, o Programa de Simplificação do Microcrédito Digital para Empreendedores, que por sua vez, faz parte do Programa Renda e Oportunidade. Além disso, por meio dele, maiores facilidades podem ser encontradas, uma vez que pessoas que estão negativadas possuem obstáculos mais evidentes na contratação de crédito. Obtenha mais informações a seguir. 

Saiba mais sobre o microcrédito da Caixa

Ocorreu o anúncio de nova modalidade de empréstimo pela Caixa Federal e conforme você descobriu, faz parte de um programa do governo federal. O microcrédito da Caixa atende dois públicos, as pessoas físicas e os microempreendedores individuais. 

No primeiro caso, a liberação de crédito conta com um valor menor sendo de R$300 a R$1000 e está disponível para negativados. No entanto, as dívidas não podem ultrapassar R$3000. Em relação ao parcelamento, pode ser feito de 12 a 24 meses, enquanto a taxa de juros é de 1,95% até 3,60% ao mês. 

Já a opção para quem é MEI está disponível a partir de R$1000 até R$3000, tendo o número máximo de parcelas semelhante, porém, o mínimo é de 18 meses. O mesmo se nota ao se tratar de taxa de juros, sendo a partir de 1,99% até 3,60% ao mês.

Há outros pontos a respeito do microcrédito da caixa que merecem atenção. Por exemplo, no caso da pessoa física, é importante que exista interesse em ser empreendedor e terá questionamento da finalidade do empréstimo. 

No que diz respeito a quem é MEI, é preciso que conte com, no mínimo, 12 meses de atividade para pedir o microcrédito da Caixa. Vale lembrar que, neste caso, se deve apresentar os documentos da empresa e os pessoais. 

Uma outra questão a respeito deste microcrédito, é que sua execução ocorrerá por meio do Fundo Garantidor de Microfinanças da Caixa, o FGM. Ainda mais, o aporte para o programa é de R$3 bilhões do FGTS.

O que é o Programa Renda e Oportunidade?

De acordo com informações acima, a iniciativa SIM Digital integra o Programa Renda e Oportunidade. No entanto, também é importante identificar suas características, uma vez que pode ter um grande impacto na economia.

Afinal, esse é um programa que visa um conjunto de ações que impulsionam a geração de renda e o poder de compra. Para isso, se devem trabalhar, por meio do Ministério do Trabalho e Previdência (MTP), medidas em prol da formalização e geração de oportunidades.

Além do microcrédito da Caixa, fazem parte deste programa medidas como o saque extraordinário do FGTS, aumento da margem de empréstimo consignado de 35% para 40% e a antecipação do 13º salário. 

Também é visado nesse meio ajustes e regulamentação do trabalho remoto. Afinal, no decorrer da pandemia esse modo de trabalho tornou-se uma saída para muitas pessoas. Com isso, surgiu também a opção de modelo híbrido. Nesse cenário, se estipulou uma medida provisória com regras que permitem uma contratação mais segura para ambas as partes, com jornada ou produção devidamente contabilizadas.

microcrédito da caixa
Fonte: Freepik

Como ter acesso ao microcrédito da Caixa?

Em primeiro lugar, é importante saber que a disposição do microcrédito da Caixa será distinta para pessoas físicas e para quem é MEI. No primeiro caso, será possível acessar por meio do aplicativo Caixa Tem, que contou com grande uso para o acesso do Auxílio Emergencial. Saiba que a análise da solicitação pode chegar até uma semana.

Neste ponto, a respeito do aplicativo, já é válido citar que a partir do login, para quem vai realizar o primeiro acesso, ele é feito com o CPF. Além disso, há necessidade de uma senha numérica, com criação nesse primeiro momento. Depois, será preciso confirmar o número do seu celular por meio de um código obtido por meio de SMS. 

Por fim, basta acessar os serviços, sendo que além da possibilidade de pedir o microcrédito da Caixa, o usuário encontra cartão de débito virtual, PIX, Poupança digital, entre outros serviços.

Já para quem é MEI, a contratação deve ocorrer em agências da Caixa. Entre os documentos necessários para o processo, assim como citado em outro tópico, estão os pessoais, da empresa e o comprovante de residência. No entanto, também existe a possibilidade de preencher um formulário pelo site da Caixa, para que entrem em contato.

Além dessas informações, vale citar que há uma alta expectativa por parte do governo a respeito do número de pessoas atendidas, sendo de 4,5 milhões de empreendedores. E, para que mais pessoas possam conhecer essa opção, não deixe de compartilhar o conteúdo.