Anúncios

Anúncios

importância de ter uma reserva de emergência
Fonte: Pexels

Todo planejamento financeiro que se preza perpassa pelo movimento de criação de uma reserva de emergência. Afinal, ninguém deseja uma vida financeira com altos e baixos, não é mesmo?!

Anúncios

Como sugere o nome, reserva de emergência consiste em um valor guardado com o objetivo de cobrir qualquer situação emergencial. Seja desemprego, despesas médicas e dívidas circunstanciais.

Há quase um consenso entre os economistas de que a reserva de emergência deve consistir no valor de 6 meses de seu padrão de vida. Aqui deve-se incluir todas as suas despesas mensais.

Isso se dá porque o dinheiro guardado neste lapso temporal se faz substancial para assegurar a manutenção de sua vida financeira. E é justamente pensando na conservação de suas finanças que resolvemos revelar a importância de ter uma reserva de emergência. Confira os motivos a seguir!

1. Para evitar apertos em momentos de desemprego

Segundo estudos do IBGE, embora a taxa de desemprego no Brasil tenha diminuído em 13,7% no primeiro trimestre de 2021, ainda há 14 milhões de brasileiros desempregados. Os números são alarmantes e nos atestam a grande importância de uma reserva de emergência em momentos de tamanha urgência.

Há momentos em que a vida não espera e o desemprego é a prova disso. Mesmo em situações de perda e trabalho, os boletos não param de chegar e, aqui, cada economia, por menor que seja, é sempre bem-vinda. 

Investir em uma reserva de emergência é uma forma eficaz de se precaver diante do desemprego, mantendo as contas pagas e o seu padrão de vida. 

Aliás, o dinheirinho guardado pode te ajudar a passar por essa fase sem tantos sofrimentos e sem desequilíbrio na vida financeira, enquanto você busca a sua próxima fonte de renda.

2. Manter o equilíbrio financeiro quando não se tem uma renda fixa

Para aqueles que não possuem uma renda fixa, a importância de ter uma reserva de emergência é facilmente atestada e não à toa.

Freelancers e estagiários bem conhecem a dificuldade do exercício de atividades que não resguardam-lhes direitos trabalhistas, sofrendo com a falta de segurança financeira.

É exatamente por isso que esses profissionais precisam de um dinheiro guardado, afinal, nunca se sabe quando a eventualidade pode surgir. 

Mas uma coisa é certa, em uma situação de vacas magras em que o cliente não realiza o pagamento, o notebook pára de funcionar ou é preciso se afastar por questões de saúde, somente a reserva de emergência salva.

3. Subsidiar eventuais despesas médicas

E por falar em questões de saúde, aqui está certamente a maior prova da imprevisibilidade da vida. Nem sempre estamos bem fisicamente e emocionalmente, ainda mais em época pandêmica.

Gastos com remédios imprevistos ou com aquela cirurgia de última hora podem acarretar uma quebra de orçamento. Ainda mais quando o afastamento do trabalho é imprescindível. 

Aí já viu, em meio aos custos das despesas médicas somente a reserva de emergência é capaz de tapar o buraco financeiro e trazer alívio em momentos de crise.

4. Evitar dívidas futuras

E se ao invés de contrair mais uma dívida para pagar a dívida atual, você fizesse a sua reserva de emergência? Certamente se beneficiaria com uma vida financeira um tanto quanto mais equilibrada. 

O endividamento não invalida a possibilidade de se criar uma reserva. No entanto, é essencial que os endividados tenham delimitado para si mesmos o quanto podem destacar de seus salários para pagamentos e investimentos.

Pagar as dívidas ao passo que se reserva dinheiro pode ser uma forma estratégica de se alinhar a pensamentos de controle e independência financeira.

importância de ter uma reserva de emergência
Fonte: Pexels

5. Aprender a investir com segurança

Outro grande motivo que evidencia a importância de ter uma reserva de emergência é o fato desta poder ser considerada um primeiro investimento financeiro. E aqui é preciso considerar dois fatores importantes: a segurança do investimento e a liquidez – o poder de resgatar o dinheiro guardado a qualquer momento.

Aliás, engana-se quem acredita que o melhor lugar para se aplicar a reserva é em uma poupança. Muito pelo contrário, o ideal é que o dinheiro seja aplicado em um investimento, para que assim o montante possa crescer de forma responsiva.

Contas digitais, por exemplo, são excelentes para reservar dinheiro, posto que possuem alta liquidez e permitem investimento partir de R$ 0,01. Já com o tesouro SELIC a partir de R$ 100,00 é possível montar a sua reserva e manter a sua vida financeira em segurança.

Viu só como criar uma reserva de emergência só traz vantagens? Então não perca tempo! Comece hoje a guardar aquela grana para respirar aliviado diante dos imprevistos da vida – e cá entre nós, deles não há como fugir.

Se gostou do post, já sabe. Compartilhe com os amigos e navegue pelas categorias de nosso site para encontrar conteúdos informativos como este. Até a próxima!