Anúncios

Anúncios

independência financeira
Fonte: pixabay

É muito provável que você já tenha escutado sobre independência financeira. No entanto, muitas pessoas podem ter uma ideia errada a respeito desse tema. Para muitos, tem ligação com a maior facilidade para adquirir o que deseja e, em especial, no caso dos mais jovens, com não depender dos pais para o sustento.

Anúncios

Na realidade, se trata do ponto em que pode-se viver sem um trabalho fixo durante o resto da vida ou alguns meses. Nesse caso, o dinheiro trabalha para você, ou seja, a capacidade de sobreviver com o seu padrão de vida é viabilizada por meio de rendimentos de seu patrimônio, como no caso de aluguéis ou para quem deseja viver de renda.

Esse é o desejo de muitos e um grande passo é conscientizar-se que se trata de algo que requer tempo e dedicação. Aliás, para alguns pode soar como algo distante, mas é possível.  A seguir, confira as principais informações sobre o assunto.

Como ter independência financeira?

Sem dúvidas, muitas pessoas desejam ter independência financeira, em especial, pela maior tranquilidade. No entanto, para obtê-la, é preciso atender uma série de pontos e a seguir, você poderá conhecer os que mais se destacam e que serão divididos em dois grupos:

Planejamento financeiro e comprometimento

Um bom planejamento financeiro integra boa parte dos conteúdos quando se fala em dicas no geral. Não seria diferente ao se tratar deste tema, uma vez que é crucial ter maior cautela no uso do dinheiro.

Então, analisar com cuidado todos os gastos e ganhos certamente fará a diferença. Para uma verificação mais precisa, experimente pegar os últimos extratos do seu banco. Além disso, com a consciência da situação, será possível identificar formas de otimizar os gastos e estabelecer metas.

Uma vez que você já tem o objetivo de ter sua independência financeira, é importante dedicar-se para que o ânimo exista para esse caminho, uma vez que não é curto. O que pode ajudar nesse caso é determinar recompensas a curto prazo.

Conhecimento, reserva de emergência e plano de investimentos

Neste cenário, buscar por conhecimento do mercado financeiro é crucial, tanto em relação a investimentos quanto às melhores formas para administrar o seu dinheiro. Dessa forma, enquanto estabelece um maior controle no dia a dia, será possível identificar os principais pontos que podem servir para delinear sua estratégia de investimento.

Com isso, é importante citar também a construção de uma reserva de emergência, que é uma quantia crucial para caso imprevistos ocorram. Normalmente, as recomendações são de uma reserva equivalente a 3 ou 6 meses do custo de vida, porém, depende de cada caso.

É muito comum que a reserva de emergência tenha como direcionamento uma aplicação com liquidez mais alta, ou seja, que permite retirar o dinheiro em um prazo mais curto. Afinal, é crucial que exista essa facilidade maior no resgate. No entanto, é crucial pensar também em uma estratégia de investimento diversa.

independência financeira
Fonte: pixabay

Cuidados para quem busca a independência financeira

Enquanto as pessoas procuram a independência financeira, alguns erros podem ser cometidos. O pior, é que são capazes de fazer com que essa meta fique ainda mais longe de ser alcançada. Por esse motivo, agora é o momento de conhecer alguns cuidados que podem existir no seu dia a dia.

Em primeiro lugar, é fundamental citar que muitas pessoas demoram para começar a poupar dinheiro e verdadeiramente investir com o pensamento de que farão isso quando sobrar algo, com uma grande quantia em mente.

Isso porque hoje em dia, há investimentos com aportes iniciais que variam e naturalmente, acabam atendendo muitos perfis. Além disso, o importante é começar a ir atrás da sua meta, independente do valor, pois aos poucos será possível viabilizá-la. 

Outro grande erro nesse cenário e que tem forte relação com os pontos anteriores, é a falta de alinhamento com os próprios valores, objetivos e preferências. Anteriormente, você descobriu que é importante ter um plano para investir melhor e um dos pontos cruciais é o conhecimento do seu perfil de investidor.

Isso porque erros que envolvem investimentos também podem causar grandes prejuízos. Escolha as aplicações de acordo com o seu perfil. Aliás, vale citar que a diversificação da carteira é uma grande dica, uma vez que a centralização, principalmente em renda fixa, pode resultar em um rendimento menor.

Sendo assim, é importante obter conhecimento a respeito do mercado, mas também prezar por si próprio para que uma solução compatível com sua vida tenha alcance. Caso seja necessário, busque ajuda profissional. 

No geral, se pode observar que a independência financeira está associada com uma série de questões. Lembre-se que se trata de algo a longo prazo. Por isso, cabe a cada pessoa dedicar-se à sua meta, buscar conhecimento e motivação para que aos poucos seja possível alcançá-la.