Anúncios

Anúncios

empréstimo mei
Fonte: freepik

Para quem é Microempreendedor Individual (MEI), assim como profissionais que se enquadram em outras categorias, ter suporte faz grande diferença e muitas vezes pode ser decisivo. Imagine um empréstimo MEI de até R$ 15 ou R$ 20 mil? Saiba que é possível ter acesso a essa e outras linhas de crédito exclusivas.

Anúncios

Ao longo do texto você conhecerá duas alternativas de instituições que possuem grande espaço no mercado: CAIXA e Banco do Povo. Embora sejam opções distintas, ambas podem fazer grande diferença para os microempreendedores. Confira a seguir qual opção pode te atender de um modo mais eficaz com o empréstimo MEI de até 15 mil.

Empréstimos para MEI – Banco do Povo

O Banco do Povo corresponde ao Fundo de Investimento de Crédito Produtivo Popular do Estado de São Paulo, sendo um programa de microcrédito lançado no final da década de 90. Considera-se o programa de maior destaque do gênero e foi criado com a premissa de impulsionar a renda e o emprego.

Para isso, concede microcrédito para empreendimentos de pequeno porte e de um modo geral, apresenta financiamento com um custo benefício notável. Ao falar do empréstimo MEI de até 15 mil oferecido pelo Banco do Povo, é interessante citar que no momento a linha está suspensa. De qualquer forma, trata-se de uma ação emergencial, tomada em meio ao cenário repleto de incertezas causado pela pandemia do COVID-19.

A linha de crédito Juro Zero atende MEI’s que são capacitados pelo SEBRAE-SP que integram outros programas como o Empreenda Rápido, que será apresentado em breve e outros do SEBRAE-SP. Além disso, entre as condições também consta a necessidade de não ter restrições de crédito no SERASA e no CADIN Estadual.

A carência no caso dessa linha de crédito é de, no mínimo, 1 a 3 meses. Além desse ponto, é importante citar que o contratante tem a opção de efetuar o pagamento em até 24 parcelas.

Há também a linha de crédito de até R$ 8.100, que atende os MEI’s formais e apresenta taxa de 0,35% a 0,70% ao mês + 1% TSF + FDA . As últimas tarifas correspondem, respectivamente, à tarifa de Sustentabilidade do Fundo, que serve para a manutenção dos recursos e o Fundo de Aval, que assegura os riscos dos empréstimos e financiamentos.

No que diz respeito ao Programa Empreenda Rápido, trata-se de uma parceria com o SEBRAE, que visa dar suporte para que os empreendedores alcancem um ciclo de vida melhor, além de promover a inclusão produtiva de pessoas que não possuem empregos. Nesse caso, há um portal onde os clientes podem encontrar cursos para obter certificados, que devem ser apresentados como uma das condições para a obtenção da linha de crédito.

Quem pode solicitar essas linhas de crédito?

empréstimo mei
Fonte: freepik

Pessoas jurídicas de micro e pequenas empresas formais, assim como microempreendedores rurais e urbanos, podem solicitar os empréstimos, o que abrange também a área informal. Além de MEI e microempresa (ME), negócios que se enquadram como Sociedade Empresarial de Responsabilidade Limitada (LTDA) e Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (Eireli) também podem solicitar.

Empréstimos de até R$ 21 mil para MEI

A CAIXA está no mercado há mais de 150 anos e é uma das principais instituições financeiras do país. Conta com uma trajetória sólida, com presença de mudanças cruciais no mercado financeiro.

Por exemplo, em 1986 tornou-se a mais notória agente de financiamento da casa própria do Brasil, o destaque também foi alcançado como financiadora de desenvolvimento urbano. Esses são apenas alguns indicadores do alinhamento da CAIXA com as necessidades da população, uma vez que promove serviços como a transferência de benefícios, seguro-desemprego, Programa de Integração Social (PIS), entre outros.

Além disso, também atende quem é MEI e a iniciativa visa o microcrédito produtivo de forma que os profissionais possam investir comercialmente com o suporte necessário, com quantias que variam entre R$ 300,00 a R$ 21.000.

Naturalmente, os investimentos almejados entre os microempreendedores individuais variam, mas a quantia é proposta para investimentos em prol da produtividade e lucros, ou seja, materiais e equipamentos.

Podem solicitar este crédito os empreendedores formais ou informais que apresentam faturamentos inferiores a R$ 200.00. Ainda mais, o nome não pode estar inadimplente, e o empresário precisa ter uma conta na CAIXA, orientações financeiras ou comerciais e ser maior de idade.

Além disso, também é fundamental usar o crédito de modo exclusivo para a sua empresa, ter capacidade de pagamento e naturalmente, passar pela aprovação na análise de crédito do banco.

Quais são os principais benefícios do microcrédito?

Ao buscar um suporte financeiro, é fundamental ter noção clara de quais são os benefícios que estão envolvidos. No caso do microcrédito produtivo da CAIXA, os seguintes pontos são apresentados:

  • Alíquota de 0% na tarifa IOF sobre a contratação;
  • Taxa de juros de 1,99% a.m;
  • Tarifa de Abertura de Crédito (TAC) de 3%;
  • Não apresenta carência;
  • Possibilidade de parcelamento em até 24x.

As formas de pagamento e contrato também são vantajosas. Ficou interessado no microcrédito oferecido pela CAIXA Econômica? Saiba que com comodidade, o contrato pode ser realizado por meio do WhatsApp ou nas agências.

Já em relação ao pagamento, diversas alternativas são oferecidas para que você encontre a que mais se enquadra com seu perfil, como em casas lotéricas, boleto pelo site e débito em conta na CAIXA.

Não se esqueça que diversos fatores podem influenciar na necessidade de pedir um empréstimo e no tipo de linha de crédito que será solicitada.

Por esse motivo, algumas questões devem ser analisadas, como o porte da empresa.

Afinal, dimensionar as atividades da microempresa contribui com que os cálculos sejam realizados de forma precisa, assim como evita solicitar o serviço com base somente em deduções. Na dúvida, é indispensável sempre recorrer a um profissional, seja um consultor ou no próprio banco em questão.

Isso porque não basta ter recurso para contratar serviços, comprar materiais, entre outras finalidades, é preciso ter uma orientação para evitar grandes prejuízos e utilizar o empréstimo da melhor forma possível.