Anúncios

Anúncios

empréstimo para estudante
Fonte: freepik

Para quem deseja suporte financeiro para a universidade, buscar por um empréstimo para estudante pode ser uma opção viável. Isso porque em meio às diferentes opções disponíveis no mercado, há mais chances de encontrar uma mais compatível com a realidade de cada pessoa.

Anúncios

Neste caso, naturalmente, vale a pena considerar que o empréstimo pode ser um meio significativo para que os estudos sejam finalizados. Por esse motivo, é muito comum que conte com taxas e demais condições mais atrativas. Por outro lado, é preciso ter um conhecimento claro a respeito de cada opção. A seguir, saiba mais sobre estes caminhos e suas particularidades.

Quais são as características gerais de um empréstimo para estudante?

Cada vez mais instituições financeiras visam oferecer soluções personalizadas, inclusive, para estudantes. No entanto, também existem aquelas que partem do governo. De qualquer modo, é interessante citar que de um modo geral, o funcionamento consiste na concessão de um certo valor para atender um semestre ou o curso de modo integral.

Naturalmente, as condições de contrato dependem de cada local. Em programas do Governo Federal, é comum que a renda por pessoa seja um dos fatores determinantes ao se tratar das condições de pagamento. E, ainda mais, é preciso diferenciar nesses casos os programas que de fato são de financiamento e aqueles que concedem bolsas.

Além dessa opção, há aqueles com um funcionamento mais semelhante aos financiamentos convencionais. Nesse contexto, a partir da escolha de uma instituição parceira, pode ou não ocorrer o pagamento de uma entrada, com o atendimento de parcelas mensais.

O empréstimo para estudante em diferentes versões

De acordo com informações anteriores, quem busca um empréstimo para estudante pode se deparar com diferentes opções e o mais vantajoso, é que abrangem várias características. Desse modo, se pode ter alcance de um público mais amplo. Conheça a seguir algumas das opções disponíveis no mercado:

FIES

empréstimo para estudante
Fonte: freepik

Sem dúvidas, nesse cenário o FIES ganha um grande destaque por causa das condições que tem em relação à correção do saldo devedor, as garantias e muito mais. Trata-se do Programa de Financiamento Estudantil, que surgiu em 2001 com a premissa de atender os estudantes que visam os cursos superiores privados que integram o programa.

Naturalmente, há exigências distintas para quem deseja fazer a inscrição no programa. Por exemplo, é preciso passar pelo ENEM, sendo aceitos participantes a partir da edição de 2010, que tiraram acima de zero na redação e nota igual ou acima de 450 pontos. Além disso, a renda por pessoa da família por mês (bruta), deve ser de até três salários mínimos.

Também é preciso considerar as últimas mudanças no programa, que condizem com o surgimento do novo FIES: uma opção que visa a divisão do programa em categorias distintas. Desse modo, há a chance de concessão do juros zero, além da adequação dos financiamentos com uma variação a partir da renda familiar dos participantes. 

No que diz respeito ao pagamento desse empréstimo, deve ter início depois da finalização do curso, contanto que exista renda. Afinal, há o desconto de uma forma direta da fonte com base no percentual mensal de acordo com a renda e mais parâmetros previstos no contrato. Ainda mais, o pagamento estará de acordo com as condições de pagamento de cada estudante. De qualquer maneira, a estimativa de quitação é de 14 anos.

Crédito Universitário Bradesco

Em meio aos vários produtos e serviços disponíveis, está o financiamento universitário. O diferencial dessa opção é que todo início de período há chance de contratar um novo empréstimo. Caso precise de mais crédito, por exemplo, para o próximo semestre, basta que o pagamento esteja em dia para que ocorra a verificação de um empréstimo.

Essa opção abrange muitas instituições, com o valor máximo para financiamento de R$500.000,00. Dessa forma, alguns pontos podem variar de um jeito notável, como as taxas de juros.

Em relação à primeira parcela, o vencimento ocorrerá em 30 dias depois do contrato. O desconto se dá por meio do débito em conta corrente. Além disso, o estudante tem até 12 meses para pagar o valor do semestre.

Provi 

Basicamente, a linha de crédito, diferentemente de outras apresentadas, abrange também diferentes cursos e oficinas, não apenas na universidade. Há um valor de entrada que exige acerto e diferentes opções de parcelas que estão disponíveis. Desse modo, pode ocorrer a seleção da mais compatível com as necessidades e preferências de cada um.

Vale citar que o financiamento pode ser simulado de forma simples na plataforma da empresa. Depois da seleção do parceiro, assim como do produto, um formulário deve ser preenchido. No entanto, não são todas as pessoas que conseguem uma aprovação imediata. Nesse caso, pode ocorrer a requisição de um avalista para dar suporte.

Em relação aos pagamentos, ocorrem por meio de boleto bancário e o vencimento da primeira parcela depende do contrato e financiamento. Além disso, há chance de antecipação, para isso, basta entrar em contato com a empresa.

Além das opções acima, vale citar que existem programas que visam os alunos que não contam com poder aquisitivo para atender os custos de uma universidade em específico. Não se tratam nesse caso de empréstimo para estudante. Por isso, uma bolsa parcial ou até mesmo integral pode ter alcance. Entre eles, se pode citar o Bolsa Universidade e o Programa Universidade para Todos (Prouni).

De qualquer forma, é crucial que o estudante busque opções compatíveis com suas particularidades para viabilizar o alcance de seus objetivos. Logo, vale a pena assegurar uma pesquisa adequada, assim como a análise de cada aspecto.