Anúncios

Anúncios

como funciona o empréstimo pessoal
Fonte: freepik

Em algum momento, a necessidade de dinheiro extra pode surgir e, hoje em dia, está cada vez mais fácil obter crédito, em especial, pelas diversas soluções online e personalizadas. Você sabe como funciona o empréstimo pessoal? Essa é justamente a opção mais popular do mercado para atender a várias finalidades.

Anúncios

Certamente, há alguns fatores em relação a essa opção que exigem atenção, como as condições e propostas. Com o conteúdo a seguir, você poderá conhecer essas e demais informações.

O que é empréstimo pessoal?

Conforme informações anteriores, é a opção mais popular entre os empréstimos. Afinal, nessa modalidade, o cliente solicita à instituição financeira, sem necessidade de uma finalidade específica.

Naturalmente, em meio às várias opções do mercado, é comum que, às vezes, confusões ocorram. Nesse caso, para quem busca como funciona o empréstimo pessoal, vale ter em mente a distinção entre esse tipo e o financiamento.

Isso porque, apesar do financiamento ser um tipo de empréstimo, tanto a finalidade, quanto os juros e o processo de solicitação, são distintos. Afinal, nesse caso, é comum que as taxas do financiamento sejam menores, porém, a praticidade para a obtenção de um empréstimo pessoal pode ser notavelmente maior. Além disso, de um modo geral, o processo do empréstimo pessoal é mais ágil.

Soma-se a esse cenário o fato de que está cada vez mais prático contratar um empréstimo pessoal, em especial, com as soluções digitais. É algo que abrange plataformas de correspondentes bancários, shoppings virtuais e bancos. 

Características do empréstimo pessoal com garantia

Também é de grande importância citar que há os empréstimos com garantia. De um modo geral, possuem taxas de juros inferiores, pois com a chance de usar um imóvel ou automóvel como garantia, o grau de risco é menor para as instituições financeiras.

Neste caso, ocorre a alienação do bem à instituição credora. Por isso, não apenas há uma queda dos juros, como também um prazo maior para o pagamento. Dessa forma, é normal que ao comparar opções de empréstimo pessoal com e sem garantia, a primeira ofereça maiores valores, menores taxas e prazos que podem ser mais atrativos para muitos.

Basicamente, após a exploração de todas as opções de renegociação, a instituição passa a ter a posse indireta do bem. Afinal, uma vez que a inadimplência tem alcance, a garantia será visada.

No entanto, por causa da garantia o processo pode ter mais passos, apesar de muitas vezes também ser algo prático. Isso porque pode abranger a apresentação de maiores informações, a necessidade de uma vistoria, entre outros aspectos.

Vale ainda citar que, hoje em dia, já existem também opções de empréstimos com garantia online, em especial, de automóveis. Nesses casos, ocorre o envio de fotos para a vistoria online.

Todavia, por se tratar de um processo que exige uma cautela ainda maior, as instituições contam com outras exigências, como o ano do veículo, condição regular, que seja quitado, entre outros pontos que merecem atenção por parte do cliente. Em relação as residências, é preciso consultar as condições de cada local, pois o processo pode exigir ainda mais etapas.

Os principais cuidados ao contratar

como funciona o empréstimo pessoal
Fonte: freepik

Em grande parte dos casos, as pessoas recorrem à opção do empréstimo pessoal para atender uma emergência. No entanto, é algo que pode resultar em uma série de problemas, em especial, a longo prazo.

Seja para lidar com uma situação mais imediata ou não, é preciso ter uma série de cuidados. Afinal, a ideia de contratar esse recurso é para obter uma solução e não maiores problemas financeiros, certo?

Alguns pontos podem soar como simples, mas possuem uma grande influência nesse cenário, tais como:

  • Planejamento;
  • Escolha do local;
  • Seleção da melhor oferta;
  • Compreensão das informações.

É muito provável que você já saiba que o planejamento tem grande influência na parte financeira e, não seria diferente ao se tratar da contratação de um empréstimo. Nesse caso, a sua importância tem relação, em especial, com a análise de quanto da renda pode ser comprometida todo mês.

Além disso, o que elevará as chances de fazer uma boa escolha será uma boa pesquisa. A partir do momento em que um banco, fintech ou um outro local de confiança for identificado para a solicitação do empréstimo, será possível analisar também todas as condições disponíveis.

É essencial ter uma compreensão clara a respeito dessas questões, como das taxas de juros, condições de antecipação, renegociação, consequências de atraso, entre outros pontos.

A falta de um entendimento claro pode levar ao descontrole e/ou contrato de uma opção desfavorável para a sua situação. Além disso, de acordo com a legislação, todas as instituições financeiras têm como obrigação tornar possível o adiantamento de parcelas e de conceder o desconto equivalente aos juros.

Por fim, você já conhece não apenas como funciona o empréstimo pessoal, mas também a melhor forma de contrato. Essa pode ser uma solução para muitas finalidades, porém, é preciso se planejar e usar com responsabilidade.