Anúncios

Anúncios

aumentar o score
Fonte: Pexels

No mercado financeiro, diferentes pontos possuem influência nas análises de bancos, seguradoras e demais locais na hora da liberação de um serviço ou produto. Nesse caso, a pontuação de crédito é um indicador crucial do perfil dos consumidores. Por isso, como aumentar o score é uma dúvida comum.

Anúncios

Nesse cenário, é preciso ter cautela com golpes de serviços que prometem alavancar o score. Isso porque, conforme será visto no decorrer do texto, se trata de algo dinâmico e que ocorre de acordo com diferentes fatores.

O que é score?

Em primeiro lugar, é fundamental ter um conhecimento mais claro do que o score significa e, naturalmente, seu impacto na vida financeira. De acordo com o que o próprio começo do texto cita, basicamente, é um indicador do perfil dos consumidores. Seu cálculo ocorre pela empresa Serasa, que está há mais de 40 anos no mercado e, de acordo com dados da companhia, são mais de 6 milhões de consultas todos os dias.

Isso porque tem impacto de fatores que abrangem os hábitos de pagamento, ou seja, empréstimos, uso de cartões de crédito, entre outros. Além desse ponto, vale abordar que se trata de uma pontuação de 0 a 1000. 

Sendo assim, se pode dizer que quanto mais alta, mais positiva, ou melhor, maiores são as chances de que um consumidor pague tudo em dia. Por outro lado, pontuações muito baixas indicam grandes chances de que a pessoa não pague ou atrase. Logo, o score tem tanta importância para os consumidores e, principalmente, para as instituições financeiras.

Em relação a como ocorre o cálculo, a pontuação é alcançada a partir do Cadastro Positivo, que se refere aos bons hábitos de pagamento e também com informações de negativação. No entanto, dívidas com tempo superior a 5 anos não possuem impacto no cálculo do score, pois após o período as dívidas não podem ter mais cobrança em caráter judicial.

Descubra como aumentar o score

Neste cenário, é de grande importância identificar tanto como o cálculo ocorre quanto quais são as médias que indicam um maior ou menor grau de risco. A primeira informação, você obteve no tópico anterior, agora, é o momento de saber quais são as médias e ter um melhor entendimento sobre a necessidade de aumento.

  • 300 pontos: maior risco de tornar-se inadimplente;
  • De 300 a 700: risco razoável de alcançar a inadimplência;
  • Superior a 700: baixo risco.

Uma vez que o score está atrelado às movimentações das finanças, se pode dizer que a pontuação é dinâmica. Por esse motivo, não há como estipular um prazo para que ele aumente. No entanto, existem dicas gerais que ajudam nesse processo, tais como:

Ter o nome limpo

Uma vez que a inadimplência é um dos pontos que possuem destaque quando se trata da pontuação de crédito, certamente resolver essa situação pode contribuir com a sua elevação.

Para isso, muitas pessoas recorrem a renegociações e meios como o Serasa Limpa Nome e campanhas que contribuem para que seja viável encontrar prazos, parcelas e demais condições mais favoráveis para o pagamento da dívida.

Organização financeira

Não basta solucionar a questão de dívidas e deixar de lado o restante dos hábitos financeiros, afinal, é um jeito de obter ainda mais dívidas. Por isso, é importante se planejar financeiramente, ter noção de ganhos e despesas e principalmente, pagar as contas em dia.

Caso seja de maior ajuda, é possível recorrer a recursos como agendas, planilhas e até mesmo aplicativos para contribuir com a melhoria dos hábitos financeiros. 

Cadastro Positivo

De acordo com informações anteriores, dados do Cadastro Positivo podem ter influência no score. Além disso, consiste em um sistema com informações de pagamentos, como empréstimos e contas mais comuns no dia a dia.

Além desses pontos, é indispensável manter suas informações cadastrais sempre atualizadas na plataforma da Serasa. Isso porque ao deixar o endereço, idade e telefone atuais, seu cadastro será ainda mais confiável.

aumentar o score
Fonte: Serasa

Mitos sobre como aumentar o score

Além de ter cautela com golpes, é de grande importância conhecer os mitos sobre o aumento da sua pontuação de crédito. Por exemplo, não há passos ágeis para o aumento, ou seja, não ocorre imediatamente depois do pagamento da dívida. Leva um certo tempo para que isso aconteça. Então, tenha paciência e busque meios que sejam de fato vantajosos para mudar a situação.

Ainda mais, apesar de ser uma prática que pode trazer diferentes benefícios e a possibilidade de fazer doações, o CPF na nota fiscal não impulsiona o score. Além disso, uma renda maior também não aumenta a pontuação, pois se trata justamente dos hábitos financeiros.

Agora que você já sabe como aumentar o score, aproveite para compartilhar o conteúdo com quem pode ter interesse. Afinal, conforme apontado, se trata de um fator importante na vida dos consumidores e na maior facilidade durante a contratação de serviços financeiros.