Anúncios

usar corretamente o cartão de crédito
Fonte: Freepik

No Brasil, os juros dos cartões de crédito são simplesmente os maiores do mundo. E bem sabemos que as dívidas relacionadas a esta modalidade de pagamento tendem a gerar não só muitas preocupações financeiras, bem como desentendimentos familiares.

Contudo, a verdade é que o problema não é nem o cartão de crédito em si, mas sim o modo como as pessoas o utilizam. Afinal, via de regra o cartão é utilizado de forma incompatível com a vida financeira de seus usuários. Assim, o mal uso somado aos juros abusivos são os grandes motivos dos endividamentos.

No entanto, o uso do cartão de crédito não deveria ser visto sempre com maus olhos. Pelo contrário, usar corretamente o cartão pode trazer uma série de benefícios, inclusive trazer ganhos financeiros para os seus usuários.

E é justamente isso que você confere a seguir. No post de hoje te daremos dicas práticas sobre os momentos para se usar corretamente o cartão de crédito, sem sofrer endividamento financeiro no futuro.

1. Compra de um bem que te gerará mais retorno financeiro do que a dívida

Sabemos que existem produtos que são muito caros no Mercado e de difícil aquisição sem o parcelamento a partir do cartão de crédito. Ainda mais quando estamos falando de produtos que se fazem essenciais para o exercício de uma profissão.

Por exemplo, pensemos em um dev. Para desenvolver um software se faz necessário um computador potente que possibilite o bom funcionamento dos programas. Assim, caso o mesmo não possua um capital reserva para comprar o computador à vista, usar o cartão de crédito como forma de pagamento faz todo sentido.

Ou ainda um técnico em SEO que necessita de ferramentas como Semrush ou o Ahrefs para trabalho. Ferramentas essas que funcionam por assinatura e dependem de um valor investido mês a mês.

Considerando que seu salário seja superior ao valor da assinatura das ferramentas e que as mesmas são essenciais para a execução de seu trabalho, o uso do cartão de crédito para a compra é muito vantajoso.

Assim, assinar o AHREFS e/ou o SEMrush é uma forma de garantir a excelência e agilidade no trabalho, mas também lucro.

2. Quando se tem condições financeiras de pagar à vista por um produto ou serviço

usar corretamente o cartão de crédito
Fonte: Freepik

Por essa você não esperava, não é mesmo? A verdade é que usar corretamente o cartão de crédito não se reduz a um uso por necessidade. É totalmente recomendável usar a margem de crédito quando se tem o dinheiro vivo para pagar sua compra à vista.

Isso porque o pagamento via crédito tem uma prerrogativa que poucas soluções de pagamento possuem: o vencimento. Considerando a possibilidade de pagamento de sua compra somente no vencimento da fatura, o tempo até lá te permite aumentar o capital atual por meio de investimentos.

Em outras palavras, é possível rentabilizar a sua grana antes da data prevista para pagamento de sua compra.

Ora, se você estiver poupando o seu dinheiro em uma conta digital de uma fintech ou ainda o invista no tesouro SELIC no decorrer de um mês, o capital aumentará de acordo com o rendimento do CDI ou taxa SELIC aplicada.

3. Quando o parcelamento sai sem juros, embora você possa pagar à vista

Existem possibilidades de compras em que o parcelamento, por maior que seja, acaba saindo sem juros. Isso é o caso das ofertas de diversas lojas online, sobretudo de sites de Marketplace.

Quando você possui a oportunidade de fazer uma compra, cujo parcelamento seja feito sem a incidência de juros, então acaba ganhando uma ótima oportunidade de deixar o seu dinheiro rendendo.

É por isso que este momento de compra só faz sentido se você possui o dinheiro para pagamento à vista. Assim, será possível economizar com o cartão de crédito.

Embora mensalmente terá que retirar o valor correspondente às parcelas, ainda assim o restante do seu dinheiro ficará rendendo até o mês do vencimento. E assim sucessivamente. Nestes casos, a espera significa rentabilidade de capital.

Uma pergunta que pode surgir é: toda compra que possibilitar o parcelamento sem juros sempre terá melhor benefício se o pagamento for parcelado? Nem sempre!

É possível que na compra do produto você consiga um desconto, se o pagamento for à vista. Sendo assim, isso só pode significar uma coisa – o parcelamento sem juros possui sim juros embutidos. Nestes casos, a melhor opção é optar pelo desconto e pagar à vista pelo produto.

Lembrando ainda que este dinheiro reservado para o pagamento ao longo prazo não poderá ser utilizado para outro fim. Afinal, o gasto com outros fins pode te deixar no prejuízo no final das contas. No português claro: é pedir para se endividar.

Tá na mão. Agora você já está expert em como usar corretamente o cartão de crédito. Seguindo as nossas dicas, não tem erro! É sucesso. Nos vemos na próxima, até mais!