Anúncios

Anúncios

investimentos estrangeiros no Brasil
Fonte: freepik

Certamente, com a pandemia de covid-19, uma série de questões foram influenciadas ao redor do mundo e, quando se fala dos investimentos estrangeiros no Brasil, não é diferente. No entanto, em meio aos avanços no enfrentamento, em especial, com a vacinação, como está o cenário atual?

Anúncios

De um modo geral, assim como em nos setores que vão além da economia, há incertezas. No entanto, para garantir um melhor entendimento da situação atual, é interessante citar diferentes pontos desde o ano de 2020.

Isso porque foi o ano em que, por causa da pandemia, o Investimento Estrangeiro Direto (IED) contou com queda de cerca de um terço. Outra sigla crucial neste meio é a IDP, de Investimento Direto no País, que contam com dados que são um bom exemplo para o cenário. Se em 2019, o fechamento foi de 69,17 bilhões, em 2020, foi de 44,66 bilhões.

Diferentes pontos marcaram esse em meio a pandemia, com impactos na atração de investimentos, assim como nos negócios que já existiam. Um exemplo foi a saída de grandes empresas do país, como a Sony, a Ford e a Mitutoyo.

Discursos oficiais apontam que, apesar da redução, estima-se que o IDP marque números maiores quando a crise for superada. De acordo com dados do Banco Central, já se pode ver uma certa recuperação. Afinal, por mais que os investimentos líquidos no primeiro trimestre sejam baixos, no que diz respeito aos mesmos meses no ano anterior, há o aumento de 40%.

Contudo, ao considerar aspectos gerais, há uma preocupação por parte de muitas áreas. Dessa forma, várias ações são analisadas e criadas para que a situação possa mudar e, de fato, melhorar. A seguir, você poderá entender como o “Investe Brasil” se enquadra nesse contexto.

A importância dos investimentos estrangeiros

Nesse cenário, também vale a pena dar ênfase para a importância que os investimentos estrangeiros no Brasil possuem. Em uma visão geral, tem ligação com novos meios de produção e avanços tecnológicos. Com outras palavras, influencia em mais recursos e como consequência, na produtividade e a expansão.

Desse modo, tem relação com os recursos financeiros originados de empreendimentos, por exemplo, de multinacionais ou até mesmo das aplicações financeiras. Um estímulo crucial e já citado, recebe a sigla IED e a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), atua em prol da atração de tais aplicações.

Para isso, há o incentivo e o suporte para as companhias de outros locais por meio de várias ações, como os estudos de regiões, averiguação de demandas de tributos, entre outras. Soma-se a esse cenário que, o IED permite um maior fluxo de saída para as exportações. Desse modo, as empresas podem ampliar as operações.

Entenda a nova frente sobre investimentos estrangeiros no Brasil

investimentos estrangeiros no Brasil
Fonte: Portal da Câmara dos Deputados

Em meio às incertezas do cenário, na segunda semana de agosto surgiu de modo oficial uma nova frente no Congresso Nacional. Trata-se da Frente Parlamentar em Apoio aos Investimentos Estrangeiros para o Brasil, que visa ações específicas para alavancar este contexto.

Essa frente também recebe o nome de “Investe Brasil”. De acordo com declarações do autor da proposta Izalci Lucas (PSDB-DF) ao Estadão/Broadcast, se busca um diálogo mais aberto. É algo que inclui tanto os municípios, quanto os Estados, inclusive os empreendedores e a sociedade civil como um todo. 

Nesse contexto há outro ponto crucial, em que o senador Nelsinho Trad (PSD-MS) apontou a importância da frente ter um alcance, de fato, amplo. O senador esteve por trás da abertura do projeto para que aplicações de fora fossem atraídos de uma forma geral.

Nesse meio, é preciso considerar que a burocracia, que entre outros fatores, é capaz de travar ou não os processos. No caso do Brasil, inclusive de acordo com as falas do senador, se notam ainda uma série de questões que devem ter uma execução melhor para um ambiente de negócios mais simples e atrativo.

Conclusão

Certamente, a pandemia do novo coronavírus gerou impacto nos investimentos ao redor do mundo, mas é preciso levar em conta também os problemas estruturais e situações específicas. Por exemplo, as dificuldades nas negociações no poder brasileiro elevam a tensão institucional e, como consequência, a preocupação econômica de todos.

No entanto, de acordo com dados anteriores, em especial, com iniciativas como a nova frente parlamentar, há expectativas de melhorias para os próximos anos. Elas possuem ligação com uma maior consistência.

Todavia, uma vez que é preciso alinhamento com o cenário político como um todo e viabilidade do teto de gastos para colocar os planos em prática, é preciso ter cautela.

De qualquer modo, vale a pena manter a atenção. Isso tanto em relação aos acordos comerciais, situação dos investimentos estrangeiros na bolsa de valores, quanto nos esforços internos a respeito da governança. Afinal, quando se fala de investimentos estrangeiros no Brasil, tais esforços também tornam o país mais ou menos atrativo.