Anúncios

Anúncios

investimento em ipo
Fonte: Google

O investimento em IPO, que condiz ao termo em inglês Initial Public Offering, é um grande passo para as empresas que desejam alcançar outros patamares. Isso porque, IPO se refere a uma oferta pública inicial. Em outras palavras, é o momento em que uma companhia lança ações no mercado.

Anúncios

Neste contexto, também passa a ter a classificação de Sociedade Anônima de capital aberto, uma vez que um grupo de pessoas não a detém mais e há possibilidade de obter sócios anônimos de diferentes locais. No entanto, como funciona esse tipo de investimento? A seguir, saiba sobre essa questão, o processo e muito mais.

Descubra como funciona o IPO

Também se pode dizer que o IPO condiz com a abertura de capital de uma empresa. De qualquer modo, agora você tem o entendimento de que se trata de um processo no qual as ações de um negócio passam a ser operadas na bolsa de valores.

Dessa maneira, os investidores podem direcionar seus recursos para ela por meio da aquisição de “pequenas partes”, ou seja, das ações. Naturalmente, há também a participação dos acionistas no momento em que ocorre a distribuição.

Vantagens do investimento em IPO para as companhias

Em primeiro lugar, é interessante dar ênfase que, ao ter o capital aberto, haverá entrada na empresa para os recursos de investidores, ou seja, os acionistas. Desse modo, há chances de alcançar resultados maiores, por exemplo, com a expansão de negócios.

Para se ter uma ideia mais clara a respeito desse cenário, vale citar alguns exemplos de empresas que já fizeram IPO na B3, a bolsa de valores brasileira. Entre as companhias, estão:

  • Aes Brasil (AESB3) do setor de elétrica;
  • Assaí (ASAI3) do setor de varejo;
  • Eletromidia (ELMD3) da área de publicidade e propaganda;
  • Boa Vista Serviços S.A. (BOAS3)  do setor de serviços financeiros;
  • Locaweb Serviços de Internet S.A. (LWSA3) da área de tecnologia;
  • Intelbras (INTB3), também da área tecnológica;
  • Mobly (MBLY3) da área de varejo.

Esses são apenas alguns exemplos diante de uma ampla lista, que conta com outros grandes nomes, como Westwing, Rede D’or São Luiz S.A, Méliuz S.A. e Empreendimentos Pague Menos. Naturalmente, a partir do ponto em que uma empresa faz IPO e pode ser operada na bolsa, há uma maior visibilidade, o que exige grande análise por parte dos investidores para decidir onde aplicar o dinheiro ou não.

Existem desvantagens?

Todos os processos no mercado financeiro contam com altos e baixos, sendo que a intensidade de cada ponto depende da perspectiva de cada um. De qualquer maneira, ao se tratar das questões com menor atratividade do lançamento de um IPO para as empresas, está de certa forma a perda de parte da liberdade.

Isso porque, com o lançamento, é preciso responder aos órgãos competentes, conselho administrativo e grupos dos acionistas. Além disso, diante da necessidade de transparência com todos, é crucial ter um cuidado em dobro com a contabilidade e como consequência, cada registro.

Por que apostar no investimento em IPO?

investimento em ipo
Fonte: freepik

De um modo geral, para quem investe, com uma boa estratégia, é possível adquirir as ações das empresas e lucrar com o crescimento. Além disso, há possibilidade de aquisição antes que as ações estejam no mercado, ou seja, por um valor mais atrativo.

Também há questões ligadas à segurança que exigem atenção. Por exemplo, uma empresa de capital aberto atende as normas de certos órgãos, que inclusive, garantem a proteção dos acionistas. Soma-se a esse cenário, a disponibilização dos dados financeiros e de negociações para o público, potencializando assim a transparência.

Acima de tudo, é preciso dar ênfase à informação que, a partir do momento em que uma empresa faz IPO e pode ser negociada na bolsa de valores, as expectativas crescem em relação a valorização. Desse modo, esse fator tem uma ligação forte com a necessidade de checar com cuidado onde investir.

Como fazer isso? É preciso verificar dados concretos antes de fazer qualquer tipo de aplicação. Aliás, um dos pontos negativos do IPO para quem investe é justamente a possibilidade de que haja prejuízos em relação às ações com lançamentos recentes no mercado. 

Caso aconteça uma supervalorização, pode haver dificuldade para a venda de papéis, o que exige atenção. Todavia, o risco sempre existe em todo tipo de aplicação, o que varia é o grau. 

Comumente, esse é um investimento que pode ter um grande potencial para os acionistas. Por isso que o primeiro grande passo é selecionar com cautela uma empresa por meio de uma corretora de valores ou banco de investimentos de confiança que está participando do IPO. 

Você já conhecia algum desses aspectos a respeito do IPO? Não deixe de compartilhar o conteúdo para que mais pessoas descubram os principais aspectos desse tipo de investimento, que tem grande espaço no mercado.