Anúncios

dinheiro arrecadado pelas Loterias
Fonte: Freepik

Entra ano, sai ano e o dinheiro arrecadado pelas Loterias tende a passar as cifra dos milhões. Afinal, buscando mudar as suas vidas, milhões de brasileiro não deixam de apostar nas diferentes jogatinas para quem sabe levar a bolada da vez.

Mas, se disséssemos que o total de dinheiro arrecadado em apostas na Mega-Sena não é pago inteiramente ao ganhador, você acreditaria?

Seja Mega-Sena, Quina, Lotofácil, Loteca, o princípio é o mesmo. Bem, mas se o recurso total não vai para os felizardos, então para onde vai o bendito dinheiro arrecadado pelas Loterias? Confira a resposta a seguir!

Afinal, para onde vai o recurso arrecadado?

Em 2021, as Loterias arrecadaram o total de R$18,12 bilhões, segundo dados da Caixa Econômica Federal. No entanto, a pergunta que salta aos olhos daqueles que observam a cifra bilionária é: para onde vai o dinheiro da Loteria?

A verdade é que os recursos são divididos para diferentes fins. Afinal, parte do dinheiro vai para os investimentos sociais. Seja para as áreas da cultura, esporte, educação, saúde e segurança.

Bem, vale dizer que uma parcela do dinheiro resultante da arrecadação dos jogos da Loteria é rateada entre os órgãos do Governo. Isso mesmo! E você pensando que quem estava na melhor era aquele que possuía o bilhete premiado.

A lei nº 13.756 promulgada em 2018 pré-determinou as instituições sociais que podem se beneficiar dos recursos da Loteria, bem como o valor de recebimento de cada uma delas. 

Sabe-se que do montante total, mais de 9% tem por destino o Fundo Nacional de Segurança Pública. Enquanto isso, cerca de 18,1% dos recursos são para a Seguridade Social. Além disso, um pouco mais de 4% vão para a Secretaria Especial do Esporte.

Agora, 46% refere-se ao prêmio bruto. Aquele que milhões de brasileiros sonham em ganhar. Veja, se esta porcentagem já é o suficiente para entrar na cifra dos milhões, imagine se todo o recurso das Loterias fosse diretamente para a premiação.

No entanto, deve-se somar ainda as despesas essenciais e custos do concurso e, claro, o famoso imposto de renda, na casa dos 13,8%.

Alguns órgãos beneficiados com o dinheiro arrecadado pelas Loterias

dinheiro arrecadado pelas Loterias
Fonte: Freepik

No ano de 2021, cerca de R$ 2,74 bilhões dos recursos de Loterias tiveram como destino o pagamento de dívidas do Governo e políticas públicas. 

Isso equivale dizer que os repasses aumentaram em relação ao ano de 2020. Para se ter uma noção, a alocação do recurso para a Educação cresceu em 192%. Ação que foi impulsionada pela ausência de resgate da premiação da Mega da Virada em 2020.

No mesmo ano, a Seguridade Social também contou com o aumento do dinheiro arrecadado pelas Loterias. 

Cerca de 43% foram repassados para o setor, que ao lado do Fundo Nacional para a Segurança Pública e do setor da Educação supracitado lideraram o ranking dos beneficiários. Ambos representaram cerca de 83,9% do rateio dos recursos.

Quanto às despesas do Governo, R$ 450 milhões foram destinados ao Imposto de Renda, atendendo assim às necessidades governamentais. Além das instituições mencionadas, os recursos também são destinados ao:

  • FIES;
  • Fundo Penitenciário Nacional;
  • Fundo Nacional da Cultura;
  • Comitê Olímpico Brasileiro.

Vale dizer que as altas porcentagens dos repasses refletem no alto valor que foi arrecadado com os prêmios no ano em questão. Afinal, nos quatro primeiros meses do ano a arrecadação aumentou em mais de 9% em relação ao mesmo período registrado em 2020.

Aliás, foi registrado uma alta de 58% na aquisição de bilhetes da Loteria Federal nos cinco meses iniciais do ano de 2021 em comparação ao mesmo período anterior.

Rateio dos recursos e o Governo

Considerando o atual cenário de crise econômica, é normal que os políticos voltem a sua atenção para o dinheiro arrecadado pelas Loterias. Aliás, ao longo do tempo a cifra bilionária esteve rodeada de ideias para alocação dos recursos em diferentes projetos.

Assim, em 2019, por exemplo, entrou em vigor o projeto de Álvaro Dias, que buscava destinar 1% do valor arrecadado para o fundo das calamidades públicas

Outro projeto que chama atenção no rateio dos recursos é a proposta do deputado Tiririca. O mesmo propõe a institucionalização da Política Nacional de Apoio ao Circo e o alocamento de parte do valor das loterias para o desenvolvimento da área circense.

Prontinho! Chegamos ao fim de mais um post aqui no site OMES. Curtiu o conteúdo? Então, compartilhe nas redes sociais com a galera.

E já sabe. Se não quer perder nossas publicações diárias, navegue pelas diversas categorias do site e encontre conteúdos ricos e exclusivos sobre educação financeira. Esperamos você, até mais!