Anúncios

Anúncios

crédito ou débito
Fonte: freepik

Ao realizar uma compra e lidar com a pergunta comum “no crédito ou débito?”, muitas pessoas ainda ficam em dúvida. É natural que esse questionamento exista, afinal, em alguns momentos os impactos da escolha podem passar despercebidos.

Anúncios

No entanto, é crucial compreender a diferença entre ambos. Ainda mais, ter consciência dos momentos mais corretos para que o uso de cada um possa favorecer a sua vida financeira de uma forma geral. Veja a seguir informações sobre ambos e dicas que podem te ajudar.

Quais são as vantagens e desvantagens do cartão de crédito?

Por meio do cartão de crédito é possível adquirir produtos e serviços até mesmo em momentos em que você não tem a quantia suficiente. Isso porque parâmetros são pré-estabelecidos no contrato do produto, como a data de pagamento da fatura, em que a quantia gasta, que deve de preferência estar dentro do limite de crédito, deverá ser paga.

Além disso, conforme suas necessidades e preferências, essa forma de pagamento viabiliza o parcelamento de compras. De certo modo, essa facilidade tem ligação tanto com os pontos positivos, quanto com os negativos, uma vez que é comum que as pessoas esqueçam de analisar o quanto todas as parcelas comprometem o orçamento mensalmente.

Ainda mais, a maioria dos cartões de crédito contam com programas de benefícios muito atrativos. Se por um lado há aqueles que usam milhas, que podem ter conversão em passagens aéreas, por outro, existem opções com diversos parceiros que concedem a troca de pontos em produtos e serviços, além de condições especiais em compras.

Em relação às desvantagens, foi apresentada a falta de planejamento com as parcelas, porém, há outros fatores que merecem atenção. Entre eles estão os juros altos, favorecimento de aquisições por impulsos, taxas como anuidade e benefícios que podem expirar, como alguns programas de pontos.

Quais são os pontos positivos e negativos do cartão de débito?

crédito ou débito
Fonte: freepik

Já no caso do cartão de débito, sua funcionalidade é caracterizada pelo desconto do dinheiro de seu saldo na conta, no momento da transação. Por essa razão, se pode dizer que é uma opção que promove um senso de responsabilidade superior em relação ao cartão de crédito.

Afinal, há necessidade de que o valor esteja disponível. Sendo assim, observa-se que é um funcionamento semelhante ao dinheiro, porém, o cartão de débito permite uma comodidade maior do que carregar notas e moedas.

Soma-se a esse cenário o fato de que diferentemente do dinheiro, também só pode ter uso a partir de senha. Em caso de perda, é possível entrar em contato com a instituição responsável para o bloqueio e solicitação de uma nova via.

No que diz respeito aos pontos negativos do cartão de débito, assim como no caso do crédito, possuem ligação principalmente com a falta de controle. No entanto, nesse caso as limitações podem ser maiores de acordo com o planejamento financeiro, hábitos de consumo e não há possibilidade de parcelamento.

Há ainda o fato de que caso ocorram gastos além do limite da conta corrente, taxas deverão ser pagas de acordo com aspectos como a frequência do uso do limite, dias de uso, entre outros.

Conclusão: Crédito ou débito, qual é o melhor?

Você tem diferentes caminhos para seguir, mas é preciso refletir sobre a forma de uso mais compatível com sua vida financeira e principalmente, com o que pode ser mais vantajoso. Por mais que não exista um padrão, a partir de um planejamento será possível definir as melhores situações para cada tipo de cartão.

Por exemplo, para quem tem um cartão de crédito com um programa de pontos atrativos, utilizá-lo em compras de quantias mais altas pode ser viável, enquanto o de débito tem direcionamento para os itens do dia a dia.

Há quem use só o débito ou só o crédito, da mesma forma que existem pessoas que optam por mesclar os dois de acordo com diferentes parâmetros. A diferença entre os valores das compras do exemplo acima é um dos parâmetros que você pode usar.

Além disso, observar o programa fidelidade do cartão de crédito também é uma forma de obter maior orientação para potencializar as vantagens, como em compras em lojas específicas para a obtenção de descontos. A questão é que, o uso no momento inadequado pode resultar em sérios prejuízos a curto, médio ou a longo prazo.

É um ponto que reforça ainda mais a necessidade de ter um planejamento financeiro. Sendo assim, na hora de adquirir qualquer item, é imprescindível ter suas finanças com uma maior organização e uma visão clara de sua situação atual.

Por fim, se pode observar que ambos condizem com modos de pagamento com vantagens e desvantagens que exigem uma reflexão que, muitas vezes, é particular.

De qualquer forma, com as dicas e demais informações do conteúdo, ficará mais fácil analisar e decidir entre crédito ou débito. Aproveite para compartilhar o conteúdo com quem também precisa de maior clareza para tomar essa decisão no dia a dia.