Anúncios

Anúncios

Bradesco ou Inter
Fonte: Bradesco / Banco Inter

À crise econômica que assola o Brasil por causa da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), tem mexido com a saúde financeira do brasileiro, o aumento dos números de inadimplentes é considerável nos últimos meses, segundo especialistas.

Anúncios

Antes da crise eram cerca de mais de 60 milhões de brasileiros, contudo, hoje superamos essa marca e chegamos a 62 milhões, esse tipo de situação limita o poder de compra do consumidor e restringe seu acesso a linha de crédito.

Contudo, existem empresas que oferecem uma linha de crédito financeiro aos clientes sem a necessidade de consulta prévia aos órgãos de proteção ao crédito.

E, hoje, será sobre essa possibilidade de adquirir crédito financeiro com uma dessas empresas que iremos falar.

Vamos juntos!

Sobre o CPF incluso nos órgãos de proteção ao crédito

Possuir o nome ou CPF incluso no banco de dados de um órgão de proteção ao crédito, é algo muito delicado, essa situação impossibilita a contratação de crédito financeiro e em momentos de crise isso é potencializado.

A maioria das instituições financeiras antes de liberarem qualquer tipo de crédito ou financiamento efetuam uma consulta ao banco de dados dos órgãos de proteção ao crédito, constatada a inclusão de consumidor como negativado, a empresa recusa o crédito facilitado – por exemplo, o cartão de crédito.

Dessa forma, os órgãos de proteção ao crédito se tornam um limitador de perfil consumidor; ou seja, define quem pode ou não contrair débitos.

Sobre as Instituições que ofertam cartão de crédito para negativados

Há alguns anos era inconcebível dizer que alguém negativado poderia contrair um cartão de crédito junto a uma instituição financeira, porém, em dias atuais, são várias as instituições financeiras que facilitam o acesso ao crédito facilitado e pré-aprovado.

Duas das maiores instituições financeiras do País, o Banco Inter e o Banco Bradesco são empresas que investem na aposta do crédito facilitado para negativados. É imprescindível destacar que ambas são consolidadas no mercado financeiro e, ainda mais, quanto a modalidade oferecida; cartão de crédito consignado.

Sobre os cartões de crédito para negativados

Feito exclusivamente para aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), servidores públicos e funcionários de empresas privadas cadastradas, essa modalidade de crédito facilitado – os cartões de crédito consignado, oferece um limite com base no valor do benefício ou do salário do consumidor.

Cartão de crédito consignado do Banco Inter

Bradesco ou Inter
Fonte: Banco Inter

O Banco Inter, o banco digital, 100% online e com conta corrente digital gratuita, oferta o serviço de cartão de crédito consignado para uma clientela específica; aposentados e pensionistas do INSS e os servidores públicos. A proposta apresentada pelo Banco digital é disponibilizar o desconto em folha de pagamento mensal a porcentagem de 5% e 10% do limite do cartão.

Ou seja, na compra com o cartão de crédito do Banco Inter, o cliente, por exemplo, efetuará compras no valor de R$ 1.000,00 mil e serão descontados 5% ou 10% desse valor em seu salário e o restante deverá ser pago via boleto.

Além disso, pelo modelo da linha de crédito – o cartão de crédito consignado, as taxas de juros são as mais baixas que outras disponíveis no mercado. Dentre as várias vantagens oferecidas pelo Banco Inter estão a isenção de anuidade, não haverá consulta ao SPC ou Serasa, ou qualquer outro órgão de proteção ao crédito, saque com até 90% do limite do cartão de crédito, bandeira internacional, entre outras vantagens.

Cartão de crédito consignado do Banco Bradesco

Bradesco ou Inter
Fonte: Bradesco

O Banco Bradesco oferta o cartão de crédito consignado para aposentados e pensionistas do INSS, servidores públicos e empregados do setor privado que possuem rendimentos mensais no banco – recebimento de salário.

O cartão de crédito consignado Bradesco possui a bandeira Elo, desconta de 5% ou 10 % da fatura mensal no contracheque do cliente e permite saques emergências que poderão ser parcelados e pagos em folha e/ou boletos.