Anúncios

alto faturamento do BBB 22
Fonte: Reprodução gshow

Tido como o grande flop e decepção do ano de 2022, a 22ª edição do Big Brother Brasil tem dado o que falar.

Participantes plantas, poucas discórdias e atritos entre os brothers, escassez de jogabilidade e estratégia entrou em cena e propulsionou que a edição de 2022 virasse alvos de severas críticas pelo público.

Contudo, embora nem tudo tenha saído ao gosto dos brasileiros aficionados pelo programa, não podemos deixar de falar sobre o alto faturamento do BBB 22. Se liga aí!

BBB 22 e o seu faturamento histórico

Assim como na edição de 2021, o BBB 22 teve o seu fim estendido. O reality que originalmente possui 95 dias de duração, recebeu um adiamento de prazo. Isso porque logo nos dias iniciais do programa, o BBB 22 já havia batido um faturamento histórico, jamais visto na história do reality.

Se por um lado a edição foi marcada por um recorde de insatisfação pública, por outro, os patrocinadores também bateram um recorde em número. Afinal, enquanto a 21ª edição apresentava 9 anunciantes a 22ª edição apresentou 11 anunciantes. Estes levaram a emissora a ter um faturamento em seu começo de cerca de R$ 700 milhões.

A edição, marcada por críticas, foi dividida em 3 espécies de cotas: a Big, representada por grandes marcas, seguida da Camarote e da Brother. Fora essas cotas, a Coca-Cola e a 99 ficaram responsáveis por patrocinar o Cinema do Líder e o Almoço do Anjo respectivamente.

Em suma, foram mais de 30 empresas divulgadas até o 3º mês do programa, além de um aumento expressivo de 35% das ações de conteúdo, considerando o ano de 2021. Isso somente no programa divulgado pela Globo.

Outro fator interessante, foi a procura de patrocinadores locais, dos quais 1.300 anunciantes anunciaram nas regionais. Assim, a ação gerou um aumento de 67% na receita local.

A importância do BBB 22 para as marcas

alto faturamento do BBB 22
Fonte: Reprodução gshow

Até a pouco falávamos da receita quase bilionária do BBB 22, no entanto a pergunta que ressoa é: qual é o valor do BBB 22 para as marcas que o patrocinam? A verdade é que os patrocinadores do reality percebem sim um aumento expressivo em seus faturamentos devido às suas ações no BB22.

O PicPay, por exemplo, cotista da Big, constatou que somente na primeira semana de programa, o número de simulações de empréstimos triplicou em 3 vezes pelo aplicativo da carteira digital. Aliás, a partir dos seus parceiros como Digio, Original, Creditas e BV, o PicPay chegou a cerca de R$ 1 bilhão de empréstimos fechados.

Do outro lado, a maior cotista do programa, a Americanas, também viu bons frutos de seu patrocínio nesta edição. A começar pelo crescimento do fluxo de usuários dentro de suas plataformas digitais, de modo que o uso de cupons bateu o percentual de crescimento de 150%.

Para se ter uma noção, neste ano durante a Páscoa a Marketplace vendeu mais de 150 mil ovos de chocolates, 4x mais pedidos do que no mesmo período do ano passado.

E por falar em Páscoa, quem não se lembra da volta emblemática de Arthur do paredão falso? Além de desestabilizar os participantes da casa mais vigiada do Brasil, a ação ainda impulsionou o faturamento de um dos anunciantes.

A Lacta, além de preparar o quarto do líder com seus chocolates, ainda projetou uma ação em que o brother retornaria à casa, vestido de coelho da páscoa com uma cesta de ovos especialmente para os seus colegas.

Além de ser a primeira vez que uma marca anunciante se engajou na volta de um participante do paredão falso, a ação aumentou a visibilidade da marca. Afinal, a empresa recebeu cerca de quase 45 mil menções nas redes sociais.

Algumas inovações que deram muito certo

Considerando a alta visibilidade que o BBB proporciona aos anunciantes, não é de se surpreender que alguns deles tendem a aproveitar o seu grande momento para inovar.

Foi isso o que aconteceu com o McDonald’s. Uma das ações mais bacanas da marca na edição 22 foi proporcionar aos participantes provarem as variáveis do McPicanha. Ao experimentar, cada brother ou sister dizia a sua opinião sobre o lanche, gerando gravações que foram compiladas em um comercial.

De forma análoga, o cotista calouro do programa, QuintoAndar, também aproveitou o seu momento para se promover. Assim, as três grandes ações da marca durante o percurso do jogo geraram um aumento de 4.000% de pesquisas sobre a marca e 50 mil acessos na promoção lançada. Um percentual de 238% a mais que a média da edição em questão.

É inegável o alto faturamento do BBB22. O que nos mostra que, embora as dificuldades encontradas pela edição de agradar a opinião pública, ainda assim o seu faturamento foi épico.

Mas e você, o que achou desta edição? Comenta aqui para gente, esperava que mesmo com a crise das narrativas dos participantes, o BBB 22 poderia apresentar tamanha rentabilidade?