Anúncios

Anúncios

retorno do horário de verão
Fonte: Canva

O horário de verão foi extinto em 2019 pelo então presidente Jair Bolsonaro, entretanto, agora em 2021 estuda-se que o horário volte. Luciano Hang, grande defensor de Bolsonaro inclusive se posicionou contrário ao presidente, defendendo o retorno do horário de verão. Vamos bater um papo sobre o assunto?

Anúncios

De acordo com o empresário o fato de termos mais uma hora no dia faz girar a roda da fortuna (expressão utilizada pelo próprio Hang) e faz movimentar setores estratégicos da nossa economia como bares, turismo e restaurantes, o que consequentemente geraria mais empregos na indústria. Será? Será que o horário de verão tem assim tanto impacto na nossa economia?

Junto com Luciano Hang empresários do setor de bares, turismos e restaurantes protocolaram uma carta endereçada a Bolsonaro solicitando a volta do horário de verão recentemente. Até o início de julho, nem mesmo a manifestação do Hang foi capaz de fazer o presidente mudar de ideia.

Entretanto, no início de agosto, Bolsonaro se mostrou mais flexível e disse estudar a volta do horário de verão.

A estratégia do retorno do horário de verão seria uma alternativa para contornar a crise hídrica que assola o país. Bolsonaro afirmou que é contra, mas caso a decisão popular da maioria seja favorável ele adotará a medida. Para o presidente o que pesa negativamente para a adoção da medida de volta do horário de verão é justamente o desapreço popular.

De acordo com a fala do presidente a apoiadores no Palácio da Alvorada no início de julho deste ano o horário de verão altera o funcionamento do relógio biológico e atualmente é comprovadamente ineficaz para a economia que anteriormente gerava. Isso do ponto de vista da economia energética.

Qual o real impacto do retorno do horário de verão?

No documento que os profissionais dos setores de bares, restaurantes e turismo encaminharam para o presidente a justificativa para a volta do horário de verão estava que com uma hora a mais de claridade os negócios poderiam recuperar em partes um pouco do prejuízo acumulado pelos setores diante das medidas de distanciamento e isolamento social para conter a pandemia.

De acordo com o documento uma hora a mais aqueceria os negócios de maneira expressiva. Segundo a classe de empresários que assinaram o documento, com o horário de verão em vigência, o brasileiro tenderia a ficar mais tempo na rua e consequentemente a gastar mais.

Levando a questão um pouco além do setor de bares, restaurantes e o segmento de turismo, o horário de verão caso seja realmente sancionado novamente pelo presidente, pode trazer mudanças na cadeia produtiva das indústrias. 

Nesse sentido, pode realmente favorecer a entrada de mais pessoas no mercado de trabalho. Isso reduziria significativamente o número de desempregados, aumentaria o capital circulante, dentre outras coisas.

Teríamos mais pessoas empregadas, consequentemente mais pessoas com poder de compra e mais pessoas consumindo. Como colocado por Hang inicialmente toda a roda da fortuna realmente giraria.

A opinião dos especialistas sobre o assunto

retorno do horário de verão
Fonte: Canva

Segundo especialistas muitas questões devem ser levadas em consideração e pesam a favor da volta do horário de verão. Assim sendo, muitos são os setores que esperam que o presidente autorize a volta do horário de verão.

Dentre os argumentos favoráveis está, por exemplo, a redução da violência. Com base em dados empíricos, maior tempo de luminosidade reduz a criminalidade, os índices de homicídios, acidentes de trânsito e roubos. Além disso, também pesa igualmente a favor da volta do horário de verão a economia de energia elétrica que pode resultar da mudança.

Segundo estimativas, com a volta do horário de verão é possível economizar cerca de cinco por cento de energia elétrica. Apesar de inicialmente parecer uma quantia pequena, é preciso lembrar que estamos vivendo um momento de crise hídrica.

Bolsonaro declarou que quem estiver com uma luz a mais acessa em casa a apague porque na ponta da linha do outro lado fará a diferença. Em entrevista Bolsonaro nega a possibilidade de racionamento e também pediu a Deus que mande água para o país.

Presidente errou na hora de extinguir horário de verão em 2019?

A decisão de extinguir o horário de verão adotada pelo presidente em 2019 hoje é analisada por especialistas como errada. Para o economista Claudio Frischtak o governo errou e continua errando ao basear a volta do horário de verão na consulta pública.

Frischtak defende que as decisões do governo devem se basear em evidências técnicas e científicas e não apenas na opinião pública.

O especialista defende que o horário de verão é positivo por três pontos diferentes. O primeiro deles diz respeito a economia de energia, sobre as atividades econômicas (como proposto pelos empresários que endereçaram a carta ao presidente) e a melhora dos indicadores de segurança pública.