Anúncios

pagar multa com cartão de crédito
Fonte: Freepik

Para quem foi submetido a uma penalidade de trânsito, é importante saber que a solução pode ser ainda mais prática com a chance de pagar multa com cartão de crédito. Hoje em dia, já é possível até mesmo parcelar as multas pela internet, o que torna o processo significativamente mais simples para muitos.

No Código de Trânsito Brasileiro (CTB) estão previstos uma série de fatores que exigem atenção por parte dos condutores, entre eles, estão os direitos, obrigatoriedades e penalidades. O pagamento das multas é necessário para estar em dia com a documentação.

Ainda mais, se sabe que quando se fala de trânsito, alguns parâmetros podem mudar de acordo com os locais. Então, ao longo do conteúdo, você poderá conhecer alguns dos lugares em que essa forma de pagamento está disponível, como realizá-la, entre outras informações. Confira.

As vantagens do pagamento de multas com cartão de crédito

Em 2017, o Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN) publicou a Resolução nº 697/17 no Diário Oficial da União, em que constavam meios mais modernos para esse tipo de operação financeira. Portanto, ocorreu a regulamentação para pagar multa com cartão de crédito, entre outros débitos.

Em determinado momento, ocorreu a suspensão dessa forma de pagamento, com uma readequação com condições melhores para as pessoas. Desse modo, com a Resolução nº736/18, outros débitos passaram a ter a possibilidade de serem quitados em mais vezes.

É um fato que o cartão de crédito pode representar uma grande facilidade para as pessoas. Nesse conteúdo, se pode perceber que é algo presente também quando se trata de pagar as multas, até mesmo quando se trata das atrasadas.

Além da chance de acertar os débitos em atraso, os proprietários dos veículos podem pagar multas com cartão de crédito em até doze parcelas. Certamente, é um alívio em muitos casos, em especial, para quem necessita de um prazo maior para se organizar com parcelas menores. Afinal, não é sempre que dá para lidar com o pagamento da penalidade.

É preciso ter cautela com os parâmetros determinados a respeito do pagamento aplicado dessa forma pela inviabilidade. Nos tópicos a seguir serão apresentados alguns fatores. No entanto, já vale apresentar que se enquadram nesses casos as multas com aplicação por parte dos órgãos autuadores que não autorizam o pagamento dessa forma ou os parcelamentos com inscrição em cobrança administrativa. 

Ainda assim, de forma geral, a flexibilidade é significativa, principalmente por plataformas de pagamentos como o Zapay e o Zignet, que serão vistos a seguir, assim como outros aspectos do pagamento por meio do recurso de crédito.

pagar multa com cartão de crédito
Fonte: Freepik

Como pagar multa com cartão de crédito?

A Secretaria da Fazenda e Planejamento, segundo a Resolução SFP 35/2021 viabiliza que os contribuintes façam o pagamento de multas com o cartão de crédito ou débito, seja com parcelamento ou à vista. É algo que se aplica também a outras receitas estaduais. Aliás, vale citar que é algo que vale para dívidas que não estão inscritas na dívida ativa.

Certamente, é preciso se informar a respeito dos pagamentos em cada lugar. Há chances de ir até um ponto de atendimento de uma empresa que tenha credenciamento para pagar multa com cartão de crédito. Em Minas Gerais, por exemplo, há mais de cem postos de atendimento em toda a região.

A facilidade do pagamento pela internet

Por outro lado, é possível fazer o acerto por meio do site de uma das empresas com credenciamento, que podem ser vistas no portal oficial do governo. Na primeira opção, não se esqueça de comparecer com o número do RENAVAM (Registro Nacional de Veículo Automotor).

Entre as diferentes empresas em que os contribuintes podem efetuar esse tipo de operação, se pode citar:

  • Zapay;
  • CDX;
  • Pinpay;
  • Zignet;
  • Rateio Digital.

No entanto, ao efetuar qualquer tipo de transação financeira, é importante ter consciência de qual é a opção com aspectos mais favoráveis para pagar multa com cartão de crédito ou outro imposto. Afinal, as empresas que são credenciadas, contam com autonomia para estipular características como juros, taxas e parcelas. 

Desse modo, ocorre o repasse da quantia do débito para a Secretaria da Fazenda e Planejamento. Todavia, podem existir outros custos. Vale ter em mente quais são os valores e que variam de acordo com a alternativa de parcelamento escolhida, se for o caso.

Além disso, é preciso se certificar do que é necessário para o pagamento, por exemplo, da emissão prévia das guias e dos documentos que são necessários. Tudo dependerá do canal de pagamento.

Você já sabia dessa opção para pagar multa de trânsito? Contar com empresas credenciadas nesse contexto é crucial para ter uma maior tranquilidade no processo. Aliás, aproveite para compartilhar, pois muitas pessoas podem não conhecer essa facilidade ainda.