Anúncios

o que é o mercado financeiro
Fonte: freepik

Em conteúdos, operações e notícias do meio econômico há diversos termos específicos e é normal que muitos deles causem dúvidas. Afinal, podem ser mais abrangentes do que muitos imaginam, por exemplo, no caso de investimentos, quando se trata sobre o que é o mercado financeiro, seu funcionamento envolve diversos fatores, como sua divisão, instituições, agentes, produtos, entre outros.

Seja para quem deseja iniciar no meio dos investimentos ou para quem quer entender mais sobre este meio, ter maior consciência sobre esse mercado é indispensável. Afinal, é um meio de compreender com maior clareza o funcionamento de diferentes áreas, as notícias e conteúdos. Há chances de até mesmo direcionar suas ações com maior cautela na hora de investir.

O que é o Mercado Financeiro e como funciona?

Basicamente, o mercado financeiro diz respeito ao ambiente em que ocorrem transações financeiras, tanto de compra quanto de venda. Os produtos recebem o nome de ativos financeiros e fazem parte de uma lista ampla, na qual estão itens como os seguintes:


Anúncios

  • Ações;
  • Títulos;
  • Mercadorias;
  • Moedas.

As negociações, naturalmente, envolvem várias instituições, que tornam possível a regulamentação e fiscalização. Desse modo, note que se trata de um cenário seguro para as transações de ativos financeiros. Há ainda também, dois papéis essenciais nesse contexto: investidores e tomadores.

Em primeiro lugar, estão os investidores, ou seja, as pessoas que buscam uma forma de aplicar o dinheiro para que ele renda. Ocorre a escolha de um ou mais investimentos para que as aplicações sejam feitas. Nesse caso, sem dúvidas, é preciso ter vários critérios para alcançar retornos positivos, como metas, prazo e tolerância ao risco.

Em segundo lugar, se tratam dos que necessitam do “empréstimo” dos investidores e entre os exemplos, estão as instituições financeiras e empresas. Com a captação do dinheiro, ou seja, por meio de aplicações, ocorrem financiamentos de várias naturezas.


Anúncios

Por exemplo, o investimento em Letra de Crédito do Agronegócio (LCA) condiz com os títulos lançados por bancos em que os recursos servem para financiar atividades no agronegócio.

Qual é a divisão do Mercado Financeiro?

o que é o mercado financeiro
Fonte: pixabay

Agora que você já sabe o que é o mercado financeiro, essa é a hora de esclarecer mais pontos sobre o termo. A divisão se estende em vários mercados, do qual fazem parte os exemplos de ativos financeiros já citados. Tais mercados são os seguintes:

  • Mercado de Câmbio: diz respeito a troca de moeda, ou seja, no mercado de câmbio brasileiro, condiz com a troca do real (RS) por outras moedas;
  • Monetário: no geral, se tratam dos empréstimos com curto prazo;
  • Mercado de Capitais: fazem parte deste mercado títulos e ações da Bolsa de Valores, corretoras, bancos ou outros locais;
  • Mercado de Crédito: no caso desse mercado, acontecem operações com diferentes prazos para pessoas físicas e jurídicas que buscam crédito para consumo ou capital de giro. 

Além dessa separação, há órgãos que têm ligação com as normas desse ambiente. Cada um tem um papel essencial para que os investidores e tomadores operem nos mercados acima de forma tranquila.


Anúncios

Quais são as instituições que integram este mercado?

De acordo com os dados anteriores, instituições cruciais também compõem o mercado financeiro para garantir as intermediações, regulamentações e fiscalizações. Entre eles, estão o Conselho Monetário Nacional (CMN), a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e o Banco Central do Brasil (BCB).

Quando se fala do Sistema Financeiro Nacional (SFN), o CMN é a instituição que ocupa a primeira posição. Desse modo, tem um papel de poder em relação ao sistema. Já a proposta do órgão, visa o desenvolvimento socioeconômico do Brasil e a estabilização da moeda.

Já a CVM, de acordo com o que o próprio nome já indica, tem o papel de fiscalizar o mercado de valores mobiliários, e visa assim, que todas as práticas ocorram de modo correto.


Anúncios

Por fim, está o BCB, uma entidade que conta com autonomia e é responsável pela estabilidade do poder de compra da moeda nacional e regulação do sistema financeiro. Em meio às funções da autarquia estão o controle da inflação, emissão da moeda brasileira e a supervisão do sistema financeiro.

Além desses órgãos, vale citar as instituições financeiras, administradoras, corretoras, bancos e fintechs que são cruciais para o intermédio de cada operação.

Desse modo, se pode notar que o mercado financeiro é um importante meio para que as transações de ativos ocorram de uma forma correta. Em outras palavras, é um ambiente que reúne os elementos cruciais para garantir um fluxo que tenha fiscalização, monitoramento, regulamentação e segurança nas negociações.


Anúncios

Acima de tudo, ao investir, seja pessoa jurídica ou física, conte com um intermediador de confiança. Além disso, é crucial aplicar o dinheiro em uma opção compatível com suas metas e perfil de investidor. Afinal, de acordo com o que foi abordado, o mercado financeiro é amplo e além de buscar conhecimento, é preciso sempre ter cautela para evitar prejuízos.

Anúncios