Anúncios

material escolar de 2022
Fonte: Pexels

Ano novo e com ele uma nova fase na vida das crianças e adolescentes. Isso porque o ano letivo já está à espreita, trazendo a preocupação de mães e pais sobre a tão temida lista do material escolar de 2022.

Quem tem filhos sabe o quão é difícil ficar horas e horas dentro de livrarias, orçando preços na busca do melhor para a criança com um custo que cabe no bolso. Afinal, com os gastos de final de ano, o que muitos de nós esperamos é que a compra dos materiais escolares não seja uma nova dívida em nossa vida financeira.

No entanto, acompanhando a alta da inflação, segundo dados da Associação Brasileira de Fabricantes e Importadores de Artigos Escolares, os materiais tendem a um reajuste de preços nada vantajoso para os brasileiros.

Afinal, os artigos podem sofrer uma variação de preço de 15% a 30%.  Confira a seguir o motivo do aumento dos preços e descubra dicas para economizar na hora das compras.

Motivos do aumento dos materiais escolares

Não se engane, os preços alarmantes do material escolar de 2022 estão intimamente ligados a um cenário econômico catastrófico que pede atenção. Confira 3 motivos re propulsionaram o aumento:

  • Desabastecimento das cadeias produtivas: os altos preços dos produtos derivados do petróleo são reflexos de um desabastecimento da cadeia produtiva desta matéria prima. A consequência pode se ver diretamente nos materiais de plástico e tintas.
  • Dólar alto: não tem como fugir da variação cambial quando falamos em artigos importados. Assim, com o dólar apresentando uma alta de 0,74% e o temor de uma alta na taxa de juros estadunidense, aqueles materiais escolares da gringa, sobretudo as mochilas, apresentam um valor bem elevado no ano de 2022.
  • Alta inflação: a alta de preços dos produtos se deve, principalmente, pela desvalorização do real e, consequentemente, pelo derretimento de seu poder de compra. Aliás, já fizemos um post por aqui contando sobre as prospecções sobre a inflação 2022, não deixe de conferir.

Como economizar na compra do material escolar?

material escolar de 2022
Fonte: Pexels

Considerando que a alta de preços dos artigos escolares é inevitável, não há para onde fugir. No entanto, mães e pais podem conseguir economizar na hora da compra, se munidos de dicas estratégicas, como as a seguir:

1.  Reutilize o material do ano anterior

Sabe aquela borracha que ficou pela metade no ano letivo anterior? Pois bem, a mesma pode ser reaproveitada e reutilizada neste novo ano que se inicia. E não só ela, lápis, canetas e mochila que ainda estão em perfeitas condições de uso podem e devem continuar no material escolar de 2022 de seu filho.

Aliás, considere que o ano de 2021 foi um ano bem atípico. Muitos alunos sequer tiveram oportunidade de utilizarem seus materiais, dada a pandemia da COVID-19.

Assim, reaproveitando os materiais, você evita gastos desnecessários com artigos que estão em funcionamento. E ainda sobra um dinheirinho para investir naqueles materiais mais caros, que via de regra não podem faltar na mochila da criança.

2.  Pesquise exaustivamente

Não compre na primeira papelaria que encontrar à vista. A boa e velha pesquisa sempre será a melhor amiga do consumidor. Ao pesquisar os preços em diferentes lojas, é possível que você encontre variações de preços sobre um mesmo produto.

Assim, considere pesquisar e fazer a compra da lista de materiais em lugares diferentes. Afinal, pode ser que a papelaria que oferta um preço excelente nos cadernos, já não traz preços muito acessíveis na caixa de lápis de cor.

Outra forma de fazer a pesquisa de forma estratégica do próprio conforto de seu lar é a partir de sites de comparação de preços, como o Buscapé e o Zoom.

Neles você encontra os melhores preços sobre produtos em diferentes lojas, podendo escolher não só o produto de menor preço, como a marketplace com melhor proposta de frete.

3.  Compre livros usados

Alunos de escolas privadas tendem a trocar de livros anualmente. Mas, para economizar no seu bolso, talvez seja melhor bater um papo com aqueles pais do colega de classe de seu filho, que possuem um filho mais velho, estudando na mesma instituição de seu pequeno.

Assim, você tem a oportunidade de adquirir os livros da lista de material escolar de 2022 por um menor preço e em um bom estado de conservação. Além disso, ficar de olho nos sebos de sua cidade é uma ótima opção para angariar livros didáticos por ótimos preços.

E, por falar nisso, você pode entrar direto no Estante Virtual, um domínio que reúne sebos de todo o Brasil, quem sabe não encontra todos os títulos de livros didáticos que seu filho precisa. Viu como a compra do material escolar de 2022 não precisa ser tão sofrida? As dicas certas levam a boas ações. Então, boas compras e até mais!