Anúncios

impacto da guerra na economia
Fonte: Freepik

O conflito entre Ucrânia e Rússia reúne uma série de receios, entre eles, na parte econômica. Qual será o impacto da guerra na economia no Brasil e em outros países? Sem dúvidas, há diferentes consequências, sejam elas diretas ou indiretas. 

Um dos pontos de maior destaque, é o fato de que a produção de recursos estratégicos parte da Rússia, como de gás e petróleo. Com isso, um conflito econômico foi instaurado com os Estados Unidos e outros países. No Brasil, o encarecimento de alimentos e combustíveis foi um dos impactos. 

A seguir, você poderá compreender mais sobre as consequências da guerra, com ênfase no território brasileiro.

Agronegócio

Ao se tratar de uma relação mais direta com a Rússia, o país tem uma dependência mais notável de itens associados com a agricultura, como de sua produção de fertilizantes. Logo, uma preocupação em relação ao conflito é que a redução da oferta teria impacto sobre os alimentos no Brasil.

Não apenas no caso do agronegócio, mas em todas as situações, é preciso considerar que os sistemas estão interligados. Sendo assim, o fato da Rússia ser o principal exportador do mundo de fertilizantes, pode influenciar em commodities como a soja. A partir disso, uma das consequências seria o impacto na cadeia produtiva de proteína animal.

Valor da gasolina

Diferentes fatores afetam os valores dos combustíveis, como os tributos e os lucros dos revendedores e distribuidores. Recentemente, a Petrobras anunciou o aumento de 18,8% do litro de gasolina e de 24,9% do diesel.

Os preços foram elevados depois de 57 dias sem mudanças. De acordo com a estatal, a alteração ocorreu após a observação de preços altos de forma consistente e nesse cenário, o ajuste de valores para as distribuidoras ocorre em prol do atendimento mais seguro do Brasil, devido aos fatores distintos associados ao abastecimento das regiões. 

A decisão foi de não atrelar imediatamente a variação a guerra. No entanto, por ser uma cadeia interligada, a influência existe, como será visto no tópico seguinte a respeito da inflação.

Nesse caso, o impacto da guerra na economia, quando se fala de combustíveis, se dá pela alta volatilidade. Além disso, há o aumento de indicadores internacionais no valor do petróleo, que sofrem impacto de uma demanda mundial restrita por energia.

Impacto da guerra na inflação

Esse fator está associado com o anterior, uma vez que, com a elevação na quantia dos combustíveis, o impacto com a inflação deve ser maior. Aliás, desde o início da pandemia a elevação do preço do barril do tipo Brent tem influência na inflação no Brasil diante do efeito nos valores do diesel e gasolina.

Com o conflito, o risco da pressão inflacionária aumentou. Há profissionais do meio financeiro, como consultorias, que já consideram tal risco. Como consequência, as projeções são distintas, como para a casa de 6% para este ano. No exterior, também se projetam mudanças nos juros.

Empregos

Esse é mais um exemplo de como diferentes áreas estão ligadas na sociedade, o que torna ainda mais importante olhar os cenários de uma forma completa. Dados de um relatório do IDados apontam que a taxa de desemprego deve permanecer estável no decorrer do ano, porém, inferior em 0,1 percentual ao final do ano passado.

Além disso, se nota o impacto da inflação da atividade econômica no Brasil. Como consequência, o número de contratações previsto, deve reduzir.

Qual é o impacto da guerra na economia mundial?

impacto da guerra na economia
Fonte: Freepik

Assim como no Brasil, o cenário não é favorável quando se trata do impacto da guerra na economia em um contexto mais geral ao redor do mundo. Devido a pandemia, a recuperação econômica ocorre de diferentes formas nos países. Certamente, um conflito como esse compromete esse meio.

É justamente o que aponta Paolo Gentiloni, o Comissário da União Europeia da área econômica. Antes da reunião com os ministros das Finanças da Zona do Euro, reconheceu em entrevista o grande impacto que o conflito terá na economia na Europa, porém, apontou que uma união do bloco pode reduzir essa influência.

A dependência de alguns locais em relação ao gás natural russo é um forte exemplo do impacto econômico, assim como a oferta de alimentos na África, que tem parte da produção no leste europeu, que hoje em dia está sob ataque.

Além disso, conforme informações anteriores, a cadeia produtiva sofre diferentes formas de impacto. Se por um lado, o custo de determinados itens sobem, como o de combustíveis, por outro, se deve observar que a produção industrial ligada aos derivados também pode sofrer influência.

Portanto, se pode ver que os riscos e incertezas no meio econômico abrange todos os países e diferentes caminhos. No caso do Brasil, a indústria pode ser um dos fatores mais afetados por causa da influência que sofre com a alta de combustível.