Anúncios

Anúncios

golpes financeiros na pandemia
Fonte: freepik

O aumento de golpes financeiros na pandemia foi notável e por mais que existam vários, entre 2020 e 2021 algumas ações foram mais comuns. As ações abrangem enganos que partem dos mais diversos locais, como por e-mails, telefones e até por meio de motoboys.

Anúncios

Ao longo do texto será possível observar exemplos que contaram com o dobro de ocorrências e com o aumento de até 340%. Confira a seguir quais foram essas ações que têm destaque, como evitá-las, entre outros dados importantes para esse contexto.

Falso motoboy

Conforme dados da federação, esse golpe financeiro contou com elevação de 65% na pandemia. Nesse caso, a vítima recebe um contato no qual os criminosos se passam pela central do banco, onde operações suspeitas com o cartão são indicadas. Posteriormente, declaram que um motoboy recolherá o cartão que supostamente foi clonado para que análises sejam feitas e as aquisições indevidas, canceladas.

Observe que, para enganar as vítimas e transmitir segurança, as vítimas recebem a orientação de cortar o cartão, para que a tarja se torne inutilizável. Todavia, o chip ainda pode ser usado e é justamente o que viabiliza as compras fraudulentas.

Ataques de phishing

Esse está entre os golpes que mais cresceram, de 2020 para 2021, o número de casos dobraram. Basicamente, são anúncios falsos e ao clicar no link em destaque, a vítima conta com o direcionamento para uma plataforma muito semelhante com a da loja, empresa ou instituição financeira. Nela, ocorre a solicitação de seus dados e consequentemente, os criminosos alcançam o objetivo de roubar as informações.

É muito comum que esses golpes ocorram por sites, redes sociais e e-mails. As chamadas podem ser desde avisos de invasão de contas até condições especiais para pagamento de boletos. Normalmente, as pessoas caem com facilidade, em especial, idosos, devido a grande semelhança que apresentam com os sites originais e a estruturação do contato feito. 

Pesquisa da falsa vacina

golpes financeiros na pandemia
Fonte: freepik

O golpe da pesquisa falsa da vacina segue o mesmo roteiro acima, mas ocorre pelo telefone. Nesse caso, há o contato de alguém que diz que trabalha no SUS, Ministério da Saúde ou de outro local referente a área, que indica a realização de uma pesquisa. Tudo é feito de um modo que leve a vítima a se convencer de que tudo é real.

Após a realização de uma pesquisa convincente, ocorre a solicitação de que o atendimento tenha confirmação com um número que chegará por SMS. No entanto, ao passar o número, o criminoso terá acesso ao seu WhatsApp.

A partir desse acesso, será possível entrar em contato com várias pessoas, como amigos e familiares, solicitando ajuda financeira, entre outras possibilidades. Sendo assim, tenha muita atenção em mensagens que constam como “código do Whatsapp”.

Vale lembrar que esse golpe pode ocorrer de diferentes formas, como a ligação de criminosos se passando por funcionários de diferentes locais indicando que se trata de confirmação de cadastro, manutenção de serviço, entre outras possibilidades.

Cadastro do Pix por telefone

Esse é mais um golpe que envolve falsos funcionários, sendo justamente o tipo de golpe que contou com 340% de aumento na pandemia, assim como o da falsa central telefônica. Além disso, apesar do Pix ter sido amplamente alvo de golpes no período de pré-lançamento, ainda é uma ferramenta com grande destaque entre criminosos. 

Nesse caso, os golpistas fingem ser colaboradores da central de atendimento do banco da vítima e se dispõe para a realização do cadastro da chave Pix. Dessa forma, com a obtenção de dados como telefone e e-mail, o cadastro pode ocorrer na conta dela. Sendo assim, o dinheiro que você acha que vai receber em certa situação, é ganho pelo criminoso.

Dicas para evitar golpes financeiros na pandemia

Em primeiro lugar, em relação aos bancos, é essencial que os clientes tenham atenção ao fato de que jamais alguém irá para a sua casa para retirar o cartão. Além disso, não há realização ou requisição de transferências e pagamentos por telefone pelas instituições financeiras, assim como dados para o cadastro de chaves do Pix.

Ao receber um e-mail, tenha sempre atenção ao conteúdo e ao destinatário. E, vale a pena sempre verificar o endereço da página da internet para a qual ocorreu o direcionamento. Se possível, escolha sempre sites que conheça para fazer suas compras online e caso seja um novo, pesquise muito por avaliações, referências, entre outros elementos.

No caso do WhatsApp, não apenas esse aplicativo, como muitas plataformas implementaram mais opções de segurança. Nesse contexto, trata-se da verificação em duas etapas, onde a senha cadastrada será requisitada regularmente. Lembre-se de não passar para ninguém.

Por fim, vale lembrar que é preciso sempre ter cautela com os seus dados. Afinal, eles são cruciais para as suas contas e uma vez que criminosos conseguem alcançá-los, grandes prejuízos podem surgir. Sendo assim, seja com os golpes financeiros na pandemia ou em qualquer período, tenha sempre atenção. Para contribuir com a conscientização de outras pessoas, não deixe de compartilhar o conteúdo.