Tipos de investimentos e como funcionam – OMES

Anúncios


Anúncios

Tipos de investimentos
Fonte: pixabay

A maioria das pessoas já ouviu falar em ações e títulos e muitos outros tipos de investimentos, mas existem várias maneiras diferentes de investir seu dinheiro como fundos mútuos, CDBs, imóveis …A lista é aparentemente interminável. Aqui está o nosso guia de referência para todos os diferentes tipos de investimentos e o que eles significam.


Anúncios

Você provavelmente encontrará vários termos associados aos seus investimentos. Listamos alguns deles abaixo. Esses termos geralmente se referem às coisas reais em que você investiu, mas, é claro, eles também têm definições específicas. Eles incluem:

  • Ativos: um recurso próprio que deve aumentar em valor.
  • Holdings: os ativos específicos em seu portfólio de investimentos.
  • Portfólio: seu “portfólio” refere-se a todos os seus investimentos, como um grupo. Diversificar seu portfólio significa investir em uma variedade de ativos.
  • Classes de ativos: um grupo de ativos com características semelhantes. Geralmente, ações, títulos e dinheiro.

Anúncios

Dividem-se todos os diferentes tipos de investimentos nessas categorias básicas: investimentos que você possui, investimentos em empréstimos e equivalentes de caixa. Veja como os diferentes investimentos se comparam em cada uma dessas três categorias.

Investimentos de propriedade

Quando você compra um investimento em propriedade, é o proprietário desse ativo – algo que se espera que aumente em valor. Os investimentos de propriedade incluem:


Anúncios

  • Ações: também conhecidas como patrimônio líquido ou ação, uma ação oferece a você uma participação em uma empresa e seus lucros. Basicamente, você obtém propriedade parcial de uma empresa pública. Uma grande porcentagem do seu portfólio provavelmente deve ser composta de ações.
  • Imóveis: qualquer imóvel que você compra e depois aluga ou revende é um investimento de propriedade (embora às vezes possa ser classificado como um investimento alternativo). Pelos termos, a casa que você possui atende a uma necessidade básica, portanto não se enquadra nessa categoria.
  • Objetos preciosos: metais preciosos, arte, colecionáveis ​​etc. podem ser considerados investimentos do tipo propriedade, se a intenção for revendê-los com lucro. Eles também se enquadram em uma categoria separada, “alternativas”. Mais sobre isso mais tarde.
  • Negócio: dedicar tempo ou dinheiro para iniciar seu próprio negócio, um produto ou serviço destinado a obter lucro é outro tipo de investimento em propriedade.

Investimentos em empréstimos

Com investimentos em empréstimos, você compra uma dívida que deve ser paga. Você é como um banco. Geralmente, esses tipos de investimentos são de baixo risco e baixa recompensa. Isso significa que eles são considerados um investimento mais seguro, mas seu retorno geralmente é baixo.


Anúncios

  • Títulos: “Títulos” é um termo mais abrangente para qualquer tipo de investimento em dívida. Quando você compra um título, empresta dinheiro a uma entidade (uma corporação ou o governo, por exemplo) e eles pagam por um período definido com uma taxa de juros fixa. Outra grande parte do seu portfólio provavelmente será composta de títulos.
  • CDBs: um CDB ou certificado de depósito bancário é uma nota promissória emitida por um banco em troca do seu dinheiro. Você provavelmente já viu seu banco oferecer isso. Eles são um tipo de conta poupança, mas são um pouco diferentes. Em vez de sacar seu dinheiro a qualquer momento, você se compromete a deixá-lo na conta por um período determinado. Em troca, eles oferecem uma taxa de juros mais alta com base no tempo que você investe neles. Também existe CDBs com prazos bem curtos para resgate, mas se torna quase a mesma coisa que a poupança com relação a rendimentos devido ao curto período para resgate.
  • As contas de poupança também podem ser consideradas empréstimos para investimentos, se você pensar bem. Você está dando seu dinheiro a um banco que o empresta. Mas seu retorno geralmente é bastante baixo (abaixo da taxa de inflação), então a maioria das pessoas não o considera um verdadeiro investimento.

Mesmo se sua carteira for focada em renda variável, ou seja, com maior risco, deve ter alguns investimentos em empréstimos em seu portfólio para equilibrar as coisas.

Equivalentes em dinheiro

Tipos de investimentos
Fonte: pixabay

Geralmente, uma porcentagem menor do seu portfólio é composta por dinheiro. Equivalentes de caixa são um dos tipos de investimentos “tão bons quanto dinheiro”. Pode ser uma conta poupança simples. Pode ser um fundo do mercado monetário. Um fundo do mercado monetário é realmente um tipo de investimento para empréstimos, mas o retorno é tão baixo que é considerado um investimento equivalente a caixa.

Falaremos mais sobre fundos daqui a pouco, mas primeiro, vamos ver outra maneira de categorizar os investimentos.


Anúncios

Alternativas

Portanto, abordamos como os diferentes investimentos geralmente podem ser classificados como propriedade, empréstimo e dinheiro. Essas categorias são descritores amplos, mas são úteis para explicar como funcionam os diferentes tipos de investimentos.

Mas as empresas investidoras dividem as coisas de maneira um pouco diferente. Eles passam por classe de ativos: ações, títulos, dinheiro e alternativas. Já sabemos sobre ações, títulos e caixa, as formas mais tradicionais de investir. Em termos de classe de ativos, alternativas é todo o resto. Consequentemente, muito menos do seu portfólio deve ser investido neles.

Além disso, é fácil categorizar algumas alternativas de investimento, porque elas podem ser consideradas de propriedade ou emprestar investimentos, dependendo de como são compradas. Mas vamos dar uma olhada em alguns exemplos.


Anúncios

FIIs

Fundos de investimento imobiliário, ou FIIs, são outra maneira de investir em imóveis. Em vez de comprar sua própria propriedade, você trabalha com uma empresa que lucra com seus próprios investimentos imobiliários.
Realmente, um FII pode ser um investimento de propriedade ou um empréstimo, dependendo do tipo que você compra. Você pode comprar um FII que ofereça uma participação no próprio imóvel. Isso contaria como um investimento de propriedade.

Quando você compra uma parte de um FII, está basicamente comprando um ativo físico com uma expectativa de vida longa e potencial de renda por meio da valorização do aluguel e da propriedade.

Mas você também pode investir na hipoteca do imóvel, o que tornaria um investimento para empréstimos.

Capital de risco

É o dinheiro que você dá a uma startup ou pequena empresa, com a expectativa de que ela cresça e você receba um retorno sobre esse dinheiro. Muitas vezes, os capitalistas de risco se tornam parceiros da empresa, possuindo parte de seu patrimônio e tendo voz nas decisões de negócios. Dessa forma, eles podem ser pensados ​​em investimentos de propriedade.

Commodities

Investir em uma mercadoria é investir em algum tipo de recurso que afeta a economia. Óleo, carne e café e outros tipos diferentes de commodities. Os contratos que você usa para comprar esses produtos são chamados de contratos futuros, e você deve preenchê-los (compra-los) através de uma corretora.

Metais preciosos

Como mencionamos anteriormente, metais e colecionáveis ​​são, tecnicamente, investimentos de propriedade. Você é o dono do ouro que está comprando, por exemplo. Mas não é um estoque ou um título, então a maioria das pessoas se refere a ele como uma alternativa.

Fundos de investimento

Investimento
Fonte: pixabay

Os fundos de investimento podem se enquadrar em qualquer uma das principais categorias de investimentos. Não são investimentos específicos, mas um termo geral para um grupo de investimentos. Podemos definir fundos de investimento como um pool de dinheiro gerenciado profissionalmente para obter o melhor retorno possível para os investidores. Quando o dinheiro é pago, o gerente o utiliza para comprar ativos, normalmente ações.

Basicamente, uma empresa de investimento escolhe uma coleção de ativos semelhantes para você. Pode ser um grupo de ações ou um grupo de títulos. Ou, o fundo pode ser ainda mais específico, existem fundos compostos por todas as ações internacionais, por exemplo. Em troca da curadoria de seus investimentos, você pagará uma taxa ou uma “taxa de administração”. Mas eles pretendem ser um investimento mais conveniente, com escolhas que proporcionam um retorno melhor do que qualquer coisa que você provavelmente escolheria por conta própria.

Vamos verificar os diferentes termos associados aos fundos.


Anúncios

Fundos mútuos

Um fundo mútuo é, basicamente, outro termo para fundo de investimento. Para fornecer uma definição mais formal, veja como explicamos a seguir:

Um veículo de investimento composto de um conjunto de fundos coletados de muitos investidores com o objetivo de investir em valores mobiliários, como ações, títulos, instrumentos do mercado monetário e ativos similares. Os fundos de investimento são operados por gerentes de investimento, que investem o capital do fundo e tentam gerar ganhos de capital e renda para os investidores do fundo. O portfólio de um fundo mútuo é estruturado e mantido para atender aos objetivos de investimento estabelecidos em seu prospecto.

Fundos de Índice

Um tipo de fundo mútuo destinado a espelhar o retorno de um mercado específico, como o IBOVESPA.

Os fundos de índice são fundos mútuos, mas, em vez de possuir talvez vinte ou cinquenta ações, eles são donos de todo o mercado. (Ou, se for um fundo de índice que rastreia uma parte específica do mercado, ele é o dono dessa parte do mercado.) Por exemplo, um fundo de índice tenta possui as ações em seu índice-alvo (o IBOVESPA neste caso) nas mesmas proporções que existem no mercado.

Como se destinam a espelhar o mercado, os fundos de índice são “gerenciados passivamente”, o que significa que não há uma equipe de investidores constantemente analisando, prevendo e ajustando os ativos no fundo (conhecido como gerenciamento ativo). Como resultado, eles tendem a ter taxas administrativas mais baixas, o que significa que você mantém mais do seu dinheiro.

Fundos negociados em bolsa (ETFs)

São muito semelhantes aos fundos de indexação, pois servem para rastrear um índice ou uma medida de um mercado específico. A maior diferença é a maneira como eles são negociados. Os ETFs podem ser negociados como ações e seus preços se ajustam como ações ao longo do dia. Os fundos mútuos e de índice não funcionam dessa maneira.

A maior diferença entre esses dois produtos é a frequência com que são cotados e comercializados. Os fundos mútuos de índice são, afinal, fundos mútuos e, como tal, são cotados uma vez por dia após o fechamento dos mercados. ETFs – incluindo ETFs ativos e passivos – têm preços ao longo do dia e podem ser comprados ou vendidos sempre que os mercados estiverem abertos.

Fundo de hedge

Os fundos de hedge(também conhecidos como hedge fund) são como fundos mútuos, com algumas diferenças muito importantes. Eles são considerados mais arriscados que os fundos mútuos regulares porque seus ativos podem incluir uma gama mais ampla de investimentos além de possuir uma estratégia mais arrojada do que os fundos tradicionais. Ou seja, eles possuem mais liberdade para investir seu dinheiro e alocar os recursos como quiser. Eles têm como objetivo rentabilidades maiores do que outros tipos de fundo, por eles possuírem uma maior liberdade um fundo de hedge pode ir desde operações daytrade em ações, opções a até mesmo compra de imóveis e obras de arte.

Lembrete

Lembre-se de que esta lista deve ser uma referência, e não um guia para começar. Dependendo de onde você está investindo, muitos deles podem ou não estar no seu radar. A maioria dos investidores iniciantes provavelmente achará os CDBs e os fundos mútuos os mais úteis. À medida que aprender mais sobre investimentos e como diversificar seu portfólio, você irá considerar FIIs ou outros tipos da renda variável.

Com tantos termos associados ao investimento, saber exatamente o que investir pode parecer complicado. Mas depois que você organiza esses termos em categorias, é realmente fácil entender como eles funcionam.

Anúncios
Anúncios