Anúncios

Cartão de crédito Help
Fonte: pixabay

Os cartões de crédito têm sido uma maneira conveniente de pagar quase tudo, por isso não é surpresa que os pagamentos com cartão agora superem os pagamentos em dinheiro no Brasil. Os cartões são uma maneira rápida de pagar na finalização da compra e uma opção segura ao viajar e fácil de configurar como uma opção de pagamento para compras on-line.

Além disso, com tantos cartões de crédito oferecendo vantagens, existem ainda mais razões para pagar com “plástico”.

Mas só porque você pode usar um cartão não significa que é sempre a melhor opção. De fato, há momentos em que a escolha do crédito pode deixar você pior do que pagar com cartão de débito ou dinheiro. Então, vamos dar uma olhada em 10 das piores cobranças com cartão de crédito que você jamais poderá fazer. Além de como evitá-las ou “prosseguir com cautela”.


Anúncios

1 – Iniciando um negócio

Existem alguns exemplos de sucesso de empresas que começaram a partir de cartões de crédito, incluindo o Google, que viu os co-fundadores Larry Page e Sergey Brin colocarem US$ 15.000 em cartões de crédito para transformar o Google de um projeto em um negócio em meados de 1998.

O popular site de acomodações para viagens Airbnb também começou com uma enorme dívida de cartão de crédito de cerca de US$ 30.000 porque os investidores acharam a ideia louca.

Embora esses dois exemplos sejam suficientes para muitos empreendedores avançarem e colocarem custos de inicialização em cartões de crédito. A realidade fria e difícil é que a maioria dos empreendimentos de pequenas empresas raramente decola. Isso torna o uso de um cartão de crédito um risco enorme, especialmente se ele estiver em seu nome e puder levar a uma enorme dívida pessoal. 


Anúncios

A realidade é que iniciar um pequeno negócio geralmente significa muito esforço antes que qualquer lucro seja obtido. De fato, pode levar um ano ou mais para que você receba recompensas financeiras por todo o trabalho árduo que você faz. O que pode tornar o uso de um cartão de crédito um enorme risco.

Embora os cartões de crédito ofereçam uma alternativa razoável aos proprietários que não podem obter outro financiamento, as altas taxas de juros e os pagamentos regulares os tornam um recurso arriscado. 

É melhor que você pesquise cartões de crédito e faça compras antes de tomar qualquer decisão. E se você achar que suas dívidas ficam fora de controle, pare de usar seu cartão de crédito e concentre-se em reembolsos e consolidação para manter as coisas sustentáveis.


Anúncios

2 – Reformas residenciais

construction
Fonte: pixabay

Um pouco de tinta aqui, algumas luzes novas lá, talvez um banheiro ou cozinha reformada… Tudo é possível com um cartão de crédito, mas isso não significa que você deva usá-lo para melhorias domésticas.

Especialistas em propriedades costumam dizer que o maior erro que as pessoas cometem com reformas é subestimar o custo. Isso pode significar uma dívida ainda maior no cartão de crédito e consequentemente taxas de juros enormes.

Uma opção de crédito mais acessível é fazer um empréstimo pessoal ou até mesmo adicionar o custo ao seu empréstimo habitacional. Dependendo da quantidade de dinheiro que você planeja gastar em reformas. Embora as taxas de juros do cartão de crédito estejam em torno de 280% ao ano, essas opções têm taxas muito mais baixas que facilitam o tratamento da dívida no longo prazo.


Anúncios

Mas o que quer que você decida fazer, comece com um orçamento detalhado. Para saber exatamente o que é necessário antes de começar a quebrar paredes.

3 – Comprar um carro usado

O custo dos carros usados ​​é significativamente menor do que o de um carro novo, portanto, você pode considerar várias opções de financiamento diferentes. Embora existam empréstimos variáveis ​​que cobrem carros usados, eles geralmente não têm taxas baixas ou características competitivas de empréstimos de carros novos.

Os cartões de crédito, no entanto, ainda têm taxas de juros tipicamente mais altas. Que podem tornar o custo do carro significativamente mais alto do que você imagina. Por exemplo, se você comprou um carro por R$ 3000 e usou um cartão de crédito com uma taxa de juros de 17%, levaria 11 meses e custaria R$ 172,06 em juros se você pagasse R$ 200 por mês fora do saldo.


Anúncios

Se você pagou o mínimo a cada mês nesse cenário, por outro lado, levaria 17 anos e quatro meses para liquidar a dívida e custaria R$ 2266,77 em juros. Portanto, embora você possa usar um cartão de crédito para comprar um carro usado, um empréstimo com juros mais baixos ou uma poupança provavelmente é uma abordagem mais econômica.

4 – Jogos de Azar

Mesmo que seja uma aposta pequena, usar um cartão de crédito para jogar não é uma boa ideia. Além do risco de perder e adicionar a dívida ao seu cartão de crédito, essas transações são normalmente consideradas “adiantamentos em dinheiro”. O que significa que você receberá uma taxa de juros mais alta, uma taxa adicional de “adiantamento em dinheiro” e poderá ter juros cobrado a uma taxa diferente das compras regulares.

Outro perigo com cartões de crédito e jogos de azar é que pode ser tentador apostar mais. Se você tiver alguma dificuldade com jogos de azar, visite o site de Jogos de azar com problemas para obter recursos e suporte.


Anúncios

5 – Extras do hotel

Se deixar os detalhes do seu cartão de crédito na mesa parece um convite para aproveitar o serviço de quarto e os minibares, é melhor você recusar.

Embora cobrar tudo no cartão seja uma opção mais fácil do que pagar. Você também dificulta o controle exato de quanto gastou em coisas como água engarrafada, lanches e outros pequenos luxos que você provavelmente não escolheria de outra forma. Existem algumas histórias de lanche de hotéis que custam até R$ 32, serviços de internet que custam R$ 40 por dia e até sobre-taxas pelo uso de um cartão de crédito. Portanto, verifique as avaliações e as políticas do hotel antes de retirar o cartão.

6 – Pagar outras dívidas

Pagar dívidas com seu cartão de crédito é semelhante a roubar “João” para pagar “Pedro”, geralmente isso não faz sentido. Embora pagar contas com cartão de crédito ofereça uma solução de curto prazo para contas pendentes e pagamentos em atraso. Isso significa que você estará adicionando ainda mais ao saldo do cartão de crédito a longo prazo.


Anúncios

A maioria das empresas e organizações que aceitam pagamentos com cartão de crédito também aplica uma sobretaxa por esse serviço. Incluindo empresas de eletricidade e telefonia, prestadores de serviços de saúde, portanto, você está basicamente pagando mais para colocar mais dívidas no seu cartão de crédito.

Pior ainda, esse tipo de comportamento financeiro pode ser um sinal de alerta de que você está se encaminhando para problemas graves de dívida. Se você não puder pagar uma conta e o crédito parecer a única opção, talvez seja a hora de conversar com os prestadores de serviços e a administradora do cartão de crédito sobre sua situação financeira. Para garantir que as coisas não fiquem ainda maiores.

7 – Contas médicas

Os cartões de crédito são um salvador quando surgem despesas médicas inesperadas. Em alguns casos, você pode até precisar de um cartão de crédito como garantia para procedimentos médicos. No entanto, ainda existem muitos riscos no pagamento de contas médicas com seu cartão de crédito, começando com descontos e reembolsos.


Anúncios

Enquanto isso, se você não acompanhar o total realmente cobrado ao usar um cartão de crédito, seu saldo poderá acabar maior do que você imagina ou acabar ultrapassando seu limite. Se você decidir usar um cartão de crédito para contas médicas, tente também ter um plano de pagamento em mente e transfira os descontos para reduzir ao mínimo as cobranças de juros.

8 – Pagamentos recorrentes

Desde contas na Internet e telefone até serviços de assinatura como o Netflix. Agora há uma grande variedade de empresas que o incentivam a entregar detalhes do cartão para pagamentos recorrentes. Antes de entregar seu cartão de crédito, no entanto, é importante considerar como essas cobranças podem afetar seu saldo.

Se você é alguém que paga sua conta integralmente todos os meses, pode ser bom usar seu cartão de crédito para pagamentos recorrentes. Mas se você costuma ter um saldo(não importa quão grande ou pequeno seja), essas cobranças em andamento podem prejudicar você e gerar ainda mais dívidas no cartão de crédito.


Anúncios

Outra opção para gerenciar esses pagamentos é usar um cartão de débito, PayPal ou opção de débito direto (quando disponível). Mas você também pode configurar uma transferência direta para seu cartão de crédito para garantir que está pagando o valor exato que está saindo do seu saldo todos os meses, para não gerar mais dívidas.

9 – Compras

Parece o cenário perfeito para usar um cartão de crédito, mas na verdade é uma das piores coisas que você pode optar por fazer com o cartão. 

Diferentemente dos cartões de débito ou dinheiro, os cartões de crédito nos dão acesso a dinheiro que não economizamos ou ganhamos, o que pode tornar ainda mais fácil gastar em itens desnecessários.


Anúncios

As pesquisas também mostram que pagar com cartão de crédito é psicologicamente menos “doloroso” do que pagar em dinheiro, e que há muitas ocasiões em que aumentaremos nossos gastos em até 60% ao usar plástico. Alguns acadêmicos chegaram a concluir que as pessoas devem sempre “sair de casa sem ele” se quiserem economizar dinheiro.

Portanto, se você já tem uma dívida no cartão de crédito ou tem objetivos de economia específicos em mente, pode ser melhor ficar com um cartão de débito, cartão pré-pago ou dinheiro. Para que você possa se divertir nas compras e evitar o arrependimento na forma de dívida posteriormente.

10 – Retirada de dinheiroCaixa Eletrônico cartão de crédito

Embora os cartões venham com a opção de adiantamento em dinheiro, na verdade, é um dos piores recursos de cartão de crédito que você jamais poderia usar.


Anúncios

Para iniciantes, os adiantamentos em dinheiro têm uma taxa de juros mais alta que as compras padrão.

Os juros começam a ser calculados a partir do dia em que você faz um adiantamento em dinheiro. Se você não planeja pagar rapidamente, pode pagar bastante em juros.

Embora haja definitivamente momentos em que ainda é necessário dinheiro, é muito mais acessível usar um cartão de débito. Ou até optar por uma transferência bancária ou pagamento por meio de um aplicativo móvel como o PayPal (que é processado como uma transação regular). Portanto, existem várias maneiras de contornar as taxas de adiantamento em dinheiro, não importa onde você esteja e que tipo de pagamento seja necessário.


Anúncios

Hoje em dia, os cartões de crédito são aceitos em praticamente todos os lugares e para tudo. O que essas 10 coisas mostram, é que nem todas as transações são criadas igualmente. Ainda existem alguns cenários em que o uso de crédito custa muito mais do que outras opções de pagamento.

Mas estar ciente dos riscos de usar seu cartão de crédito para coisas específicas, como financiar uma pequena empresa ou comprar um carro usado, também significa que você pode tomar decisões mais sábias. E isso significa que você tem mais chances de evitar dívidas sérias e fazer com que o crédito funcione para você.

Anúncios